Conecte-se conosco

Política

Butantan desenvolve vacina brasileira contra a Covid-19

Publicado

em

Vacina brasileira contra a Covid-19 é desenvolvida pelo Instituto Butantan em São Paulo
Distribuído por Jornal Diário do Povo

O Instituto Butantan desenvolveu uma vacina brasileira contra a Covid-19. A informação foi mantida em sigilo até a noite desta quinta-feira(25) quando o governador de São Paulo, João Doria, convocou uma coletiva de imprensa para a manhã desta sexta (26).

A pista deixada por Doria, de que faria um anuncio “da ciência, que nos enche esperança na luta contra a Covid-19” foi a deixa para a CNN Brasil correr atrás da informação e descobrir que se tratava da notícia do desenvolvimento de uma nova vacina brasileira.

O governo de São Paulo e o Instituto Butantan, em parceria com a Sinovac, empresa desenvolvedora da Coronavac, a primeria vacina contra a Covid-19 distribuída no país, mas cuja pesquisa e fórmula são da China, onde é a sede da Sinovac.

A outra vacina distribuída em massa no Brasil, a vacina de Oxford, fabricada no país pela Fundação Osvaldo Cruz, também tem tecnologia com origem em outro país, o Reino Unido, onde a Astrazeneca, empresa biofarmacêutica se associou a Universidade de Oxford para desenvolver a fórmula compartilhada com a Fiocruz.

As duas vacinas disponíveis até agora são, portanto, apenas envasadas no Brasil pelo Butantan e Fiocruz.

a nova vacina 100% brasileira teria uma tecnologia nacional desenvolvida pelo Instituto Butantan à frente, como principal desenvolvedor e, possivelmente, líder de um novo consórcio que se formaria para sua fabricação no Brasil e em outros países.

Quando a vacina brasileira estaria disponível?

Seu uso depende da comprovação da eficácia a partir de um pedido de autorização junto a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) que depende de três fases de testes. As fases 1 e 2 do estudo que abrangem a segurança e a capacidade da vacina pomover a resposta imune. Somente na terceira fase do estudo, o de eficácia, é que o Butantan poderia requerer o uso emergencial da nova vacina brasileira do Butantan.

Pela média de tempo necessário para que as outras vacinas estivessem disponíveis, é possível estipular que num prazo de 9 a 12 meses o Brasil já contaria com sua própria vacina.

João Doria marca mais um ponto sobre Bolsonaro

João Doria marca ponto em mais um protagonisto no combate à Covid-19 através do Instituto Butantan

O anúncio da vacina posiciona o governador João Doria (PSDB), mais uma vez, à frente do presidente Jair Bolsonaro nas ações de combate à pandemia da Covid-19.

A revelação do desenvolvimento da nova vacina brasileira acontece no momento em que Bolsonaro encontra-se mais fragilizado diante da pressão popular, do aumento da crise sanitária em meio aos constantes recordes de óbitos e no desgaste das relações entre os poderes evidenciada nas últimas declarações dos presidentes da Câmara, Artur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco.

Doria marca coletiva de imprensa para anunciar vacina brasileira

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Wellington Dias propõe parcerias em defesa do clima ao presidente dos EUA

Publicado

em

O governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, e outros governadores do Brasil encaminharam uma carta ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Na carta os governadores manifestam compromisso para trabalhar em sintonia com o Acordo de Paris e em favor das questões ambientais.

“São governadores de diferentes partidos que apontam uma necessidade de termos uma posição clara em ralação à nossa responsabilidade com a vida, com a biodiversidade e, inclusive, para evitar novas pandemias. Queremos a garantia de proteção das florestas nativas e do cumprimento do Código Florestal”, disse o governador Wellington Dias.

O governador Wellington Dias defende o aumento da produtividade ao invés de mais desmatamento, o cuidado com populações indígenas. Ele fala ainda sobre a necessidade da criação de alternativas de renda que não seja o desmatamento. “Nosso compromisso é com o momento atual e também com as futuras gerações”, disse.

Na carta, os governadores manifestam interesse no desenvolvimento de parcerias, com o objetivo de impulsionar a regeneração ambiental, o equilíbrio climático, a redução de desigualdades, o desenvolvimento de cadeias econômicas verdes nas Américas e a criação de um novo modelo civilizatório saudável e resiliente a pandemias.

No documento, há a defesa de uma coalização dos Governadores Pelo Clima, uma união ampla, envolvendo progressistas, moderados e conservadores, de situação e de oposição, dos mais diversos partidos que desejam uma construção colaborativa de soluções em defesa da humanidade e de todas as espécies de vida.

Com a decisão de Joe Biden de fortalecer a agenda ambiental internacional e o Acordo de Paris, os governadores do Brasil manifestam a intenção de implementar ações conjuntas, propondo a cooperação entre os Estados Unidos e os governos estaduais brasileiros, responsáveis pela maior parte da Floresta Amazônica.

Fonte: CCOM

Continue lendo

Política

Wellington Dias espera que uso da vacina Sputinik seja aprovado até sexta-feira

Publicado

em

O governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, disse, nesta segunda-feira (12), que há expectativa de ter uma decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre a importação da vacina Sputinik até a próxima sexta-feira (16). O imunizante foi comprado pelos estados nordestinos em parceria com o Ministério da Saúde. “O próprio Ministério da Saúde também fez uma compra de doses dessa vacina”, afirmou.

Segundo o governador, a Sputinik tem boa eficácia na imunização, é usada por 58 países. “Queremos essa decisão com base na Lei 124 de 2021, em que o Congresso Nacional determina que vacina já aprovada por agência reguladora de outro país possa ser utilizada em nosso país”, explica Wellington.

Para ele, o Brasil precisa de vacinas. “Esperamos a decisão da Anvisa em primeiro lugar e, em caso de não aprovação, iremos recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF)”, afirmou Wellington Dias.

Fonte: CCOM

Continue lendo

Política

Dr. Pessoa entrega praça e complexo esportivo na zona Norte

Publicado

em

Dando continuidade ao cronograma de entrega de obras dos 100 dias da nova gestão, o prefeito de Teresina doutor Pessoa inaugura na manhã desta terça-feira (13), obras na zona norte da capital.

Entre os empreendimentos a serem entregues está a praça do residencial Inglaterra. O local contou com R$ 309.438,27 (trezentos e nove mil quatrocentos e trinta e oito reais e vinte e sete centavos) em investimentos com recursos próprios da prefeitura.
Também será inaugurada a reforma do campo de futebol do bairro Nova Brasília, na zona Norte da cidade. Com um investimento de R$ 91.372,66 (noventa e um mil, trezentos e setenta e dois reais e sessenta e seis centavos), a obra será uma opção de lazer no local, além de fomentar o esporte na região.

O prefeito finalizará a agenda da manhã visitando a revitalização das alças da ponte primavera e estaiada que sofreu a ação de grafiteiros. A ação visa preservação do bem público.

Da Redação

Continue lendo

Popular