Max Verstapppen dominou o caos na pista estreita e molhada de Mônaco e venceu sua quarta corrida na temporada.

O holandês venceu de ponta a ponta uma corrida em que a chuva teve um papel determinante. Ele vinha tranquilo à frente de Alonso até que os primeiros pingos caíram, já na metade final da prova. Enquanto as equipes recalculavam as estratégias de pneus, os pilotos tentavam se manter longe dos muros. Muitos patinaram, outros bateram, mas Verstappen se manteve na frente até o fim.

No duelo pela ponta, Verstappen não deu chances para Alonso. Depois de uma largada tranquila, o holandês abriu vantagem. Quando a chuva veio, o espanhol foi prejudicado por um erro da Aston Martin nos boxes e ficou pra trás.

Mas Alonso despontou como o grande rival de Verstappen neste momento da temporada. Sergio Pérez, o vice-líder do campeonato e companheiro do holandês, teve um fim de semana desastroso. Largou em último, cometeu muitos erros e não conseguiu sair da parte de trás do pelotão. Pérez segue em segundo no campeonato, mas a distância para a Alonso agora é de apenas 12 pontos.

Esteban Ocon, da Alpine, aproveitou o momento e chegou no pódio. O francês conseguiu se manter na pista molhada e não se viu ameaçado por Lewis Hamilton, que vinha atrás a uma distância segura. Foi o terceiro pódio dele.

O fim de semana perfeito de Verstappen
O piloto da Red Bull já tinha mostrado seu talento nos treinos classificatórios, quando precisou chegar ao limite pra tirar a pole position de Alonso. Na corrida ele outra vez provou por que é o piloto dominante do grid. Foi sua segunda vitória no principado de Mônaco.

Chuva leva caos a corrida tranquila
A meteorologia previa chuva apenas para depois da corrida, mas ela veio antes e levou emoção a uma corrida tranquila. Os pilotos patinaram, beijaram os muros e uns aos outros, e obrigaram os mecânicos a trabalharem em reparos de asas e rodas. Mas no fim, o talento dos melhores do grid fez a diferença: Verstappen, Alonso e Ocon seguraram seus carros no braço e se mantiveram na zona de pódio sem muitos sustos.

Aston Martin erra em troca de pneus e prejudica Alonso
Alonso tinha chances de ameaçar Verstappen, mas a chuva entrou no caminho. O espanhol foi aos boxes logo que a pista começou a ficar molhada, mas a Aston Martin colocou pneus médios apostando que o asfalto secaria rápido, o que não aconteceu. Como a chuva apertou, o espanhol teve que voltar aos boxes para colocar pneus intermediários. A parada extra tirou de Alonso qualquer chance de se aproximar do holandês.

Pérez toma volta de Verstappen
Foi um fim de semana desastroso para o mexicano. Bateu no começou do treino classificatório e largou em último. Na corrida, cometeu erros em série e sofreu uma derrota difícil de digerir: tomou uma volta do companheiro de equipe e terminou na parte de trás do grid na corrida inteira.

O pódio do GP de Mônaco:
Max Verstappen (Red Bull)
Fernando Alonso (Aston Martin)
Esteban Ocon (Alpine)

Fonte: Folhapress
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *