O empresário Thiago Brennand, 42, foi preso nesta segunda-feira (17) nos Emirados Árabes. Ele é acusado de estupro, agressão e ameaças a mulheres.

O que aconteceu
A prisão no Oriente Médio ocorreu após o nome de Brennand aparecer na lista de difusão da Interpol. O empresário viajou para lá no dia 4 de setembro do ano passado, com expectativa de retorno ao Brasil em 18 de outubro.

Existem cinco mandados de prisão preventiva no Brasil contra Brennand. A prisão de hoje foi confirmada pela delegada Ivalda Aleixo, que coordenou a detenção do empresário no fim do ano passado no Brasil.

Os mandados serão cumpridos assim que o empresário estiver no país.

A extradição ainda não tem data definida. Brennand está desde outubro no país do Oriente Médio.

Brennand deve chegar ao Brasil no fim de semana, segundo Helena Gomes, empresária agredida por ele em uma academia de São Paulo.

O Ministério da Justiça, no entanto, diz que ainda não há previsão de quando ele chegará ao Brasil.

Entenda o caso
Brennand é acusado de agredir uma modelo, sequestrar e tatuar uma segunda mulher e estuprar uma jovem e uma miss.

Ele também é alvo de acusações de agressão contra o próprio filho, um adolescente de 17 anos.

O governo Lula confirmou oficialmente a extradição no domingo. O presidente classificou a medida como uma “questão de Justiça e de polícia”.

Fonte: Folhapress
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *