Conecte-se conosco

Cidades

Teresina irá imunizar mais de 11 mil pessoas nesta primeira fase

Publicado

em

As primeiras vacinações contra a Covid-19, em Teresina, aconteceram na tarde desta segunda-feira (18), no pátio da Secretaria de Estado da Saúde. A cerimônia aconteceu e contou com a presença do presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, o Governador Wellington Dias e outras autoridades.

O médico-obstetra Joaquim Vaz Parente, de 75 anos, que atua há 45 anos na da Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), foi o primeiro profissional de saúde a receber a primeira dose da coronavac no Piauí.

As seis primeiras doses foram aplicadas em profissionais da área da saúde. Dentre eles, a médica Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS e com 20 anos de serviços prestados à fundação.

“A felicidade é enorme. Eu fui pega de surpresa, não sabia que seria vacinada. A vacina é a única arma poderosa que nós temos para vencer a pandemia e a única que mostra resultados. Vamos seguir o calendário de imunização para poder termos novamente pessoas saudáveis e o nosso município vitorioso”, destacou a médica.

O Piauí está recebendo 61.160 doses da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan feita em parceria com o laboratório chinês Sinovac, contra a Covid-19. A capital recebe mais de 11 mil doses e será distribuída de acordo com a logística montada pela FMS.

“Em breve teremos mais de 11 mil teresinenses livres dessa doença. A chance de alguém pegar e transmitir é muito menor. Com certeza a nossa cidade estará mais segura, deixando de ocupar a rede hospitalar para que possamos atender à outras doenças de forma mais tranquila”, concluiu o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque.

Fonte: Ascom/PMT

Cidades

No Piauí, 211 municípios já registraram morte por Covid-19

Publicado

em

Nas últimas 24 horas foram registrados, no Piauí, 799 casos confirmados e 15 óbitos pela Covid-19, segundo os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, na noite desta quarta-feira (3)

Dos 799 casos confirmados da doença, 452 são mulheres e 347 são homens, com idades que variam de um a 103 anos.

Seis mulheres e nove homens foram vítimas da Covid-19. Elas eram das cidades de Altos (56 anos), Caxingó (33 anos), Parnaíba (70 anos), Piracuruca (64 anos), Piripiri (78 anos) e Sigefredo Pacheco (84 anos). Os homens eram naturais de Brasileira (37 anos), Capitão de Campos (82 anos),Campo Maior (84 anos), Canto do Buriti (60 anos), Esperantina (69 anos), Fronteiras (79 anos), Pedro II (86 anos), Teresina (71 anos) e Valença do Piauí (92 anos). Apenas duas das 15 vítimas não possuíam comorbidades.

Os casos confirmados no estado somam 176.349 distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 3.402 e foram registrados em 211 municípios. Caxingó registrou a primeira morte pela Covid-19. Até agora, morreram 1.997 homens e 1.405 mulheres.

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há 735 ocupados, sendo 434 leitos clínicos, 274 UTIs e 27 em leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 10.095 até o dia três de março de 2021.

A Sesapi estima que 172.212 pessoas já estão recuperadas ou seguem em acompanhamento (casos registradas nos últimos 14 dias) que não necessitaram de internação ou evoluíram para morte.

Campanha de vacinação
Até o momento, o vacinômetro, ferramenta para acompanhar a evolução da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Piauí, aponta que 82.075 pessoas já receberam a primeira dose de vacina no estado e 22.754 a segunda dose.

Os dados são atualizados a cada 15 minutos a partir da inserção de registros no sistema de informação da campanha pelos estabelecimentos de saúde. 

O Painel de Monitoramento da Vacinação contra a Covid-19 pode ser acessado através do site www.saude.pi.gov.br.

Da Redação

Continue lendo

Cidades

Empresários e trabalhadores de bares protestam contra decreto

Publicado

em

Empresários e trabalhadores de bares e restaurantes fizeram um protesto nesta quarta-feira (3) em frente à Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) por conta do decreto do governo do estado.

Eduardo Rufino, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) no Piauí, afirmou que a categoria cobra mais leitos nos hospitais e uma maior fiscalização àqueles que descumprem o decreto, além do não fechamento dos estabelecimentos.

“Queremos mais leitos clínicos, com mais profissionais de saúde e mais bem remunerados, precisamos que eles não nos aterrorizem com esse abre e fecha, que nós temos provas de que isso não funciona, tem um ano fazendo a mesma coisa e não funciona”, declarou Eduardo.

O presidente do Sindicato da Hotelaria e Gastronomia do Piauí, Franklin Batista, questionou o fechamento de leitos de UTI no estado.

“Está constatado que o problema na nossa saúde não é só a disseminação da covid-19, mas também a falta dos hospitais de campanha, a retirada dos 169 leitos de UTI do estado, nossa saúde é que está precisando ser cuidada e não serem fechados os estabelecimentos como bares, restaurantes e similares”, explica.

Da Redação

Continue lendo

Cidades

Rio Longá sobe e atinge cota de inundação em Esperantina

Publicado

em

A prefeitura da cidade de Esperantina, por meio da Secretaria de Assistência Social, começou a retirada de famílias ribeirinhas, após o nível do rio Longá atingir cerca de 6,74, que é acima da cota de alerta.

De acordo com a Prefeitura de Esperantina, espaços públicos para abrigar as famílias que já foram atingidas nos bairros Batista de Amorim, Pedreiras e Nova Esperança.

O secretário de Assistência Social, Walter Sousa, esteve pessoalmente vistoriando as áreas ribeirinhas e determinando a retirada das famílias mais próximas, porque há previsões de muita chuva nas próximas horas e o risco de mais enchente.

Esperantina, segundo o centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres naturais (CEMADEN), tem risco hidrológico alto.

Com informações da Prefeitura de Esperantina

Continue lendo

Popular