Conecte-se conosco

    Cotidiano

    Teresina adotará sistema de bilhetagem moderno no transporte público

    Publicado

    em

    Teresina adotará sistema de bilhetagem moderno no transporte público

    O Sistema de Bilhetagem Eletrônico (SBE) do transporte público urbano de Teresina passará por diversas melhorias aos usuários. Na quarta-feira (23), o prefeito Dr. Pessoa sancionou duas novas leis sobre a regulamentação do serviço na capital, que será gerenciado pela Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (ETURB).

    “São duas mudanças principais. A primeira é que o sistema de bilhetagem eletrônico será digital, como nas maiores capitais do país. A segunda será a quantidade de relacionamentos que o usuário vai ter com a bilhetagem. Hoje, a aquisição só acontece de forma presencial, e agora serão dez opções de compra”, afirma João Duarte, presidente da Eturb.

    Além de conferir maior agilidade ao SBE e mais conforto ao usuário, que terá maior rapidez no embarque e segurança na restituição dos valores dos seus créditos em caso de perda, extravio ou roubo do cartão eletrônico, as novidades irão melhorar o desempenho estrutural, operacional e econômico do transporte público urbano.

    Outro importante benefício do novo sistema será o aumento da segurança informacional, mediante a retirada de numerário ou passes atualmente utilizados a bordo dos veículos, permitindo ao poder público municipal um maior controle da demanda de passageiros transportados, gratuidades e beneficiários de descontos.

    “Teremos um maior controle dos dados para aí, sim, fazer um planejamento em relação aos ônibus em Teresina. Hoje é muito difícil suprir a demanda de um determinado bairro porque a prefeitura não tem esses dados sobre a necessidade real ou não. Com a melhor organização dos dados, iremos resolver várias problemáticas”, afirmou João Duarte.

    Recentemente, a Eturb esteve reunida com representantes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), da Procuradoria Geral do Município (PGM) e do Banco do Brasil para discutir a implantação das mudanças. A expectativa é que a empresa pública abra uma licitação ou faça a adesão de outra empresa pública em âmbito nacional.

    Fonte: Semcom

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular