Conecte-se conosco

Política

Teresa Britto denuncia as condições precárias da sede do Detran-PI em Teresina

Publicado

em

Teresa Britto denuncia as condições precárias da sede do Detran-PI em Teresina

A deputada estadual Teresa Brito (PV) relatou nesta quarta-feira (25) a visita que fez à sede do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) para saber as razões do sistema de emissão de documentos ter ficado fora do ar por duas semanas. A parlamentar afirmou que foi surpreendida por várias denúncias dos servidores sobre as precárias condições em que se encontram as instalações daquela repartição pública.

“Eles me mostraram vídeos de ratos subindo em geladeiras, mesas e cadeiras. As mulheres estão amarrando as bocas das calças com ligas com medo dos ratos, que infestam o local, subirem pelas pernas. Na parte térrea não existe climatização e nem banheiros e as pessoas são obrigadas a ir ao piso superior. Pedi ao diretor que desativasse a sala dos ratos e providenciasse a higienização e vou voltar lá para verificar dentro de alguns dias”, avisou.

Teresa Britto disse ainda que a situação salarial é terrível, com servidores que trabalham há mais de 30 anos recebendo R$ 1,2 mil.

“Aquilo lá é uma fábrica de dinheiro, tem arrecadação todo dia e não se entende porque esse tratamento com pessoas que já teriam até o direito de se aposentar”, lamentou.

Sobre a paralisação dos serviços prestados à população pelo Detran-PI, a parlamentar afirmou que o diretor-geral do órgão explicou que a responsabilidade não era do Detran-PI, mas da Agência de Tecnologia da Informação, que por sua vez contrata os serviços da IBM.

“Acho que tem alguma coisa errada. A IBM é uma multinacional e não iria jogar seu nome na lama por causa de um contrato com o Governo do Piauí. Precisamos chamar aqui os representantes da IBM e da ATI para explicarem o que aconteceu. Se tudo estivesse em dia no máximo em 12 horas a IBM teria resolvido o problema. Se demorou 15 dias é porque tem algo errado”, acentuou.

Com informações da Alepi

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda