Conecte-se conosco

Sem categoria

Sobe para 69 o número de casos do novo coronavírus no Brasil

Publicado

em

O Brasil já soma 69 casos confirmados do novo coronavírus. À tarde o Ministério da Saúde confirmou 52 casos. No final da tarde, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia confirmou um novo caso. E à noite o Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, divulgou a confirmação de 16 novos casos.

Entre as novas confirmações do Ministério da Saúde, 11 ocorreram em São Paulo, cinco no Rio de Janeiro, uma no Rio Grande do Sul e outra no Distrito Federal.

Com a atualização, ao menos sete estados e o Distrito Federal já têm registros do covid-19. O maior número ocorre em São Paulo, onde há 30 casos confirmados até o momento.

Também registram casos: Rio de Janeiro (13), Bahia (2), Rio Grande do Sul (2), Minas Gerais (1), Espírito Santo (1), Alagoas (1) e Distrito Federal (2).

O novo caso na Bahia é de uma mulher de 68 anos, de Feira de Santana, que teve contato com a segunda paciente do estado com a covid-19 —trata-se, portanto, de transmissão local da doença. A paciente tem sintomas leves e está em isolamento domiciliar.

Nesta quarta, a Organização Mundial de Saúde declarou pandemia pelo novo coronavírus.

Para o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a organização demorou a reconhecer o cenário.

“Teimaram comigo. Falei: é uma pandemia, e desde a semana passada o Brasil já trata como pandemia. Se você tem uma transmissão sustentada em tantos países, como vou ficar procurando país por país, quem veio de onde? Isso pelo menos três semanas atrás já era impraticável pelos sistemas de saúde”, afirmou.

Segundo ele, com a declaração de pandemia, a ideia é que o país passe a usar como critério para identificar casos a ocorrência de sintomas e histórico de viagem internacional, além do contato com casos confirmados.

Até então, o Brasil considerava para essa análise a ocorrência de febre e outros sintomas e histórico de viagem a países da América do Norte, Europa e Ásia, além de Equador, Argélia e Austrália. Agora, todos os países entram na lista, afirma.

Caso em Porto Alegre
Após chegar de viagem à Itália, na região de Bergamo, na última sexta-feira (6), uma mulher de 54 anos foi confirmada com o coronavírus nesta quarta-feira (11), em Porto Alegre. Este é o primeiro caso da doença na capital gaúcha e o segundo no Rio Grande do Sul.

A mulher procurou seu médico que notificou a Vigilância Sanitária. Os sintomas, como febre e dor no corpo iniciaram no sábado (7). A coleta para o teste foi realizada na casa da paciente, evitando circulação e deslocamento em estabelecimentos de saúde.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o Rio Grande do Sul tem, no momento, 56 casos suspeitos e 144 descartados.

A filha da mulher, que também esteve na Itália, apresentou sintomas e realizou coleta domiciliar. O exame foi encaminhado ao Laboratório Central do Estado (Lacen) e aguarda o resultado. Um casal que estava no mesmo voo também está sendo monitorado, segundo a prefeitura.

“Estes procedimentos adotados permitem que o vírus chegue de maneira gradual e não abruptamente na cidade, contribuindo para que o sistema se habitue com os casos registrados”, disse o secretário municipal de saúde, Pablo Stürmer, em coletiva de imprensa na manhã desta quarta.

Na terça-feira (10), um homem de 60 anos, da cidade gaúcha de Campo Bom, que esteve em Milão, foi o primeiro caso confirmado nos estado.

Fonte: Folhapress

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem categoria

Covid: Piauí registra 43 mortes e 1313 casos positivos em 24h

Publicado

em

Nas últimas 24 horas foram registrados, no Piauí, 1.313 casos confirmados e 43 óbitos pela Covid-19, segundo os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, na noite desta terça-feira (6).

Dos 1.313 casos confirmados da doença, 700 são mulheres e 613 são homens, com idades que variam de um a 94 anos.

Dezesseis mulheres e vinte e sete homens foram vítimas da Covid-19. Elas eram de Amarante (54 anos), Esperantina (79 anos), José de Freitas (59 anos), Oeiras (81 anos), Parnaíba (60 anos), Piripiri (60 anos), Redenção do Gurguéia (67 e 82 anos), Simplício Mendes (50 e 76 anos), Teresina (46, 64, 66, 73 e 76 anos) e União (74 anos). Os homens eram de Anisío de Abreu (46 anos), Campo Maior (87 anos), Floriano (60 e 78 anos), Luís Correia (57 anos), Murici dos Portelas (75 anos), Parnaíba (72 e 76 anos), Porto (72 anos), Simplício Mendes (75 e 95 anos) e Teresina (43, 47, dois de 51, 54, 55, 62, 68, 70, 71, 74, 75, 76, 81, 82 e 83 anos). Dezenove vítimas não possuíam comorbidades.

Os casos confirmados no estado somam 213.660 distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 4.341 e foram registrados em 219 municípios. Do total, 2.483 homens e 1.858 mulheres não resistiram a Covid-19.

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há 1.271 ocupados, sendo 788 leitos clínicos, 436 UTIs e 47 em leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 12.582 até o dia seis de abril de 2021.

A Sesapi estima que 208.048 pessoas já estão recuperadas ou seguem em acompanhamento (casos registradas nos últimos 14 dias) que não necessitaram de internação ou evoluíram para morte.

Campanha de vacinação
Até o momento, o vacinômetro, ferramenta para acompanhar a evolução da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Piauí, aponta que 298.475 pessoas já receberam a primeira dose de vacina no estado e 60.522 a segunda dose.

Os dados são atualizados a cada 15 minutos a partir da inserção de registros no sistema de informação da campanha pelos estabelecimentos de saúde. 

O Painel de Monitoramento da Vacinação contra a Covid-19 pode ser acessado através do site www.saude.pi.gov.br.

Da Redação

Continue lendo

Sem categoria

Marco Aurélio Mello anuncia aposentadoria do STF

Publicado

em

O ministro Marco Aurélio Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), anunciou nesta terça-feira (30) que irá se aposentar no dia 5 de julho deste ano.

Em nota, o Supremo confirmou a data, dizendo que o decano informou à presidência que se uma semana antes de completar os 75 anos — limite máximo para permanecer como integrante do STF.

Marco Aurélio será o segundo ministro do Supremo a se aposentar durante o mandato de Jair Bolsonaro na presidência da República. No ano passado, quando também completaria a idade máxima, Celso de Mello deixou a Corte, sendo substituído por Kassio Nunes Marques.

Bolsonaro deverá indicar o substituto de Marco Aurélio nos próximos meses. O nome escolhido pelo presidente precisa passar pela apreciação do Senado antes de sua confirmação no cargo.

Marco Aurélio completa 75 anos no dia 12 de julho. Porém, em documento enviado à presidência do STF, o ministro disse deixará a função uma semana antes da aposentadoria compulsória “para ter mais segurança sobre os proventos”.

31 anos no STF
Marco Aurélio completará 31 anos no STF no dia 13 de junho. Ele tomou posse em 1990, vindo da Justiça do Trabalho (foi ministro do Tribunal Superior do Trabalho e juiz do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região).

Ele exerceu a presidência da República em quatro ocasiões. Em uma delas, sancionou a lei de criação da TV Justiça.

Como presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o ministro Marco Aurélio organizou, em 1996, a primeira eleição pelo sistema eletrônico de votação.

Fonte: Folhapress

Continue lendo

Sem categoria

Inep divulga notas finais do Enem

Publicado

em

As notas finais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, versão impressa e digital, foram disponibilizadas nesta segunda-feira (29) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão realizador da prova. Os estudantes podem conferir os resultados individuais das provas na Página do Participante ou no aplicativo do exame. 

Segundo informado mais cedo pelo Inep, também ficam disponíveis as notas dos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio para adultos privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL). 

Para ter acesso às notas, os participantes devem utilizar o login único do governo federal. Caso o aluno tenha esquecido a senha, o sistema permite recuperá-la. Basta inserir o CPF no campo indicado, selecionar avançar e clicar no link “esqueci minha senha”. O sistema apresentará diversas formas para recuperar a conta (validação facial, bancos credenciados, internet banking, e-mail e celular). Ésó escolher uma das opções para receber o código de verificação e, em seguida, gerar uma nova senha. 

Além do resultado da redação, que varia de 0 a 1.000, os participantes poderão conferir as notas individuais, referentes às provas das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias. 

As notas individuais do Enem podem ser usadas para acesso à educação superior, no Brasil e em instituições de Portugal, e em programas governamentais de financiamento e apoio ao estudante, como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os participantes podem ter mais informações sobre os programas que permitem o ingresso na educação superior no portal do Ministério da Educação.

O resultado do Enem 2020 impresso, para fins exclusivos de autoavaliação de conhecimentos do participante treineiro, será divulgado no dia 28 de maio, na Página do Participante e no aplicativo do exame. 

Teoria de resposta ao item

O Enem é corrigido com base na chamada teoria de resposta ao item (TRI), que leva em consideração, entre outros fatores, a coerência de cada estudante na própria prova. Ou seja, se ele acertar questões difíceis, é esperado que acerte também as fáceis.

Se isso não acontecer, o sistema entende que pode ter sido por chute. O estudante, então, pontua menos que outro candidato que tenha acertado as mesmas questões difíceis, mas que tenha acertado também as fáceis.

A redação tem esquema diferenciado de correção. Cada uma passa por, pelo menos, dois corretores. O tema da redação na reaplicação do Enem foi “A falta de empatia nas relações sociais no Brasil”.

Fonte: Agência Brasil

Continue lendo

Popular