O avião monomotor que realizou um pouso forçado nesta segunda-feira (12) em um campo de futebol, na zona Norte de Teresina, transportava uma família que seguia de Fortaleza, no Ceará, para Araguaína, em Tocantins, e fez escala técnica na capital piauiense para reabastecimento.

Arcedino Concesso, piloto e proprietário do avião, estava transportando a esposa Juliana Plácido e as duas filhas, Giovanna e Nicole. Todos sobreviveram ao acidente e foram transferidos para o Hospital de Urgências de Teresina (HUT), onde realizaram exames.

De acordo com informações preliminares, cinco pessoas ficaram feridas e uma ficou presa nas ferragens durante a queda de um avião no Campo do Bariri.

Testemunhas afirmaram que o piloto ressaltou que fez pouso forçado no Campo do Bariri para não cair sobre as casas e, principalmente, no colégio Programa de Expansão e Melhorias do Ensino Médio (Premen) Norte, o que poderia causar a morte de muitos estudantes.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *