O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta terça-feira (4) o apoio “incondicional” do governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), na disputa do 2º turno das eleições presidenciais, bem como apoio a Tarcísio Gomes de Freitas (Rep), que disputa o 2º turno da eleição para governador de SP contra Fernando Haddad (PT).

Em coletiva com a presença dos três envolvidos, Garcia repetiu que São Paulo “é um estado desenvolvido, é um estado que dá oportunidade a todos, que ajuda quem precisa porque o PT nunca governou”. Segundo ele, a avaliação é a mesma para o Brasil.

“O que eu não quero para São Paulo, muito menos eu quero para o Brasil. Portanto, o meu apoio incondicional, o meu trabalho nesse segundo turno para que o presidente Jair Bolsonaro possa se reeleger e continuar comandando, ao lado da população, os destinos da nação”, disse.


Em seguida, Garcia disse enxergar em Tarcísio o bom trabalho para São Paulo e condições de vencer o PT. “Meu apoio, o meu voto pessoal e incondicional à candidatura do governador Tarcísio de Freitas porque enxergo também nele, não só o bom trabalho para São Paulo, mas também a condição de evitar que o Partido dos Trabalhadores ganhe as eleições aqui em São Paulo”, concluiu.

arcísio Freitas agradeceu o apoio ao presidente e a ele, lembrando que São Paulo é um estado que vai bem, onde o PT não governou. “De fato, o estado de São Paulo vai muito bem. É um estado que possui políticas públicas que precisam ser preservadas. A gestão PT onde esteve já se mostrou inadequada. Uma prova é o que aconteceu na capital, na gestão do Haddad como prefeito”, disparou.

O ex-ministro também lembrou os avanços na economia e no desenvolvimento ao longo dos últimos anos, apesar de todas as adversidades.

“Nos últimos anos, o Brasil enfrentou crises muito severas. Saiu fortalecido. É um país que está crescendo, está gerando empregos, está conseguindo combater a inflação porque houve coragem, houve aprovação de reformas pró-mercado e é um país que está se desenvolvendo. Não podemos dar um passo para trás. É uma grande união de forças pelo Brasil, pelo estado de São Paulo, pela prosperidade”, concluiu.

O presidente Jair Bolsonaro agradeceu o apoio “para o Brasil”. Segundo Bolsonaro, existem duas opções e as comparações mostram “qual futuro espera a nossa pátria” caso Lula venha a assumir. “Nós temos certeza da nossa vitória pelo trabalho e pelos apoios que temos recebido”, garantiu.

Bolsonaro lembrou as dificuldades enfrentadas ao longo do governo, principalmente a pandemia, mas também a seca e a guerra na Ucrânia. O presidente disse que o Brasil enfrentou com a compra de mais de 500 milhões de doses de vacinas, o auxílio emergencial, pago em dobro para as mulheres, e medidas econômicas para enfrentar a inflação como a redução do preço dos combustíveis mediante estabelecimento de teto para cobrança do ICMS.

Fonte: R7.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *