Conecte-se conosco

Política

Robert Rios confirma fim de contrato com associações e diz que a “picaretagem acabou”

Publicado

em

Robert Rios confirma fim de contrato com associações e diz que a "picaretagem acabou"

O secretário de Finanças, Robert Rios, afirmou nesta terça-feira (11) que a Prefeitura de Teresina vai manter os projetos culturais e acrescentou que chegou a hora de outros artistas serem incluídos em projetos culturais.

De acordo com Robert Rios, as associações repassam migalhas para os músicos.

“A arte é uma coisa, picaretagem é outra. Os músicos da Orquestra de Teresina são da cidade, eles são de responsabilidade do poder público e não de uma associação privada. A Prefeitura repassa R$ 600 mil, a direção fica com o grosso e a associação repassa migalhas para os músicos”, disse

“Durante muitos anos a cultura de Teresina foi explorada por entidades privadas que ficavam com grande parte dos recursos, deixando os artistas com menor parte. Só a contadora de uma dessas entidades, esposa do presidente, ganhava mais que o secretário de finanças do município”, explica.

O secretário confirmou que será enviado projeto de lei pra Câmara Municipal para valorização de todo expressão cultural.

“Agora a nova administração encaminhará um projeto de lei para a câmara que promoverá a valorização de toda expressão de cultura da nossa cidade. Chegou, finalmente, a hora dos músicos, dançarinos, pintores, artistas plásticos e todos que praticam a verdadeira cultura”, destaca.

O secretário reafirma que será mantido o Balé da Cidade e a Orquestra Sinfônica e o que está mudando é a forma de pagamento para as duas entidades.

“Queremos uma coisa direita, sem atravessadores. Vamos colocar mais dinheiro para os músicos e assim evitar os desvios”, disse.

Da Redação

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda