Conecte-se conosco

Política

Robert Rios aciona MP-PI para apurar contratação de estagiários na gestão do ex-prefeito Firmino Filho

Publicado

em

O secretário de Finanças e vice-prefeito de Teresina, Robert Rios, divulgou vídeo nesta sexta-feira (22) afirmando que o ex-prefeito Firmino Filho contratou 1900 estagiários sem teste seletivo e que não efetuou o pagamento dos profissionais. O vice-prefeito afirmou que vai acionar o Ministério Público do Piauí para apurar a contratação irregular dos estagiários para substituir os professores.

“No ano de 2020, no mês de março, os professores entraram em greve. Era um ano eleitoral e o prefeito Firmino Filho contratou 1900 estagiários sem teste seletivo. A contratação foi ilegal porque a Lei de Diretrizes da Educação não permite que estagiários dê aula no lugar de professores. Os estagiários deram aula e o prefeito Firmino Filho não pagou os estagiários”, explica.

De acordo com Robert Rios, o ex-prefeito Firmino Filho fez o pagamento de R$ 27 milhões a poucas horas de deixar o cargo.

“No dia 31 de dezembro, faltando poucas horas para entregar o cargo de prefeito, Firmino Filho liquidou R$ 27 milhões em dívida. Ele pagou várias associações que nós nem conhecemos, mas não pagou os estagiários”, destaca.

Roberto Rios firmou que irá acionar o Ministério Público para apurar como houve a contratação dos estagiários

“Vamos encaminhar todos esses problemas ao Ministério Público do Piauí para que apure com os estagiários foram contratados? Por que esses estagiários deram aula no lugar do professor? E por que o ano letivo terminou assim. Os estagiários estavam dando e os professores em greve”, finaliza.

O ex-prefeito Firmino Filho autorizou o pagamento de quase R$ 27 milhões no dia 31 de dezembro a poucas de deixar o cargo para diversas empresas e associações:

Confira os pagamentos:

Orlando Dias
Da Redação