Rafael Fonteles, governador eleito do Piauí, participou na quarta-feira (06) de reunião com o candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o seu vice Geraldo Alckmin. No encontro, ele garantiu ser possível a ampliação do percentual de votos para Lula no Piauí, chegando a até 80% dos votos válidos. O estado foi o que mais votou em Lula no primeiro turno, alcançando 1,5 milhão de votos, o que representa 74,25% do eleitorado.

“Lula foi fundamental para a nossa eleição no Piauí em primeiro turno e fomos o estado que mais votou em Lula. Também elegemos Wellington Dias para senador, 8 dos 10 deputados federais e 22 dos 30 deputados estaduais. Queremos aumentar a votação e é perfeitamente possível chegar aos 80%. Vamos perseguir essa meta para contribuir para a vitória de Lula no dia 30 de outubro, que é a eleição mais importante para o país”, disse Rafael.

O governador eleito ainda falou sobre a importância do whatsapp nesta campanha. “No Piauí fizemos um trabalho muito forte junto aos grupo de whatsapp. Acredito que todas as redes sociais são importantes, mas o whats é fundamental, dado a expertise que o outro lado tem de propagar mentiras. Portanto, essa é uma trincheira que temos que reforçar bastante ao longo desse segundo turno para evitar que as fake news possam se multiplicar e atrapalhar as eleições”, atentou Rafael.

O encontro reuniu governadores, senadores e lideranças políticas de diversos partidos para discutir ações eleitorais nos estados e a incorporação de novos apoios. O debate focou em como a campanha petista deve se comportar no segundo turno para não só manter, mas ampliar a diferença em relação a Jair Bolsonaro.

Fonte: Ascom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *