Conecte-se conosco

    Artigos

    Rafael e Themistocles acertam os ponteiros à sucessão

    Publicado

    em

    ​Progressistas, PSD, PT e MDB são os agremiações políticas protagonistas no Estado do Piauí em visibilidade, filiação de eleitores aos seus quadros partidários, número de prefeitos filiados e eleitos e capilaridade junto ao eleitorado, com o Progressistas, do Senador e Ministro Ciro Nogueira encabeçando a lista.

    Essas agremiações serão as responsáveis pela maior manifestação política eleitoral às eleições deste ano; de seus quadros sairão a maior quantidade de políticos eleitos em 22, bem como, ainda de seus quadros, deverão surgir eleitos o Governador, Vice-governador, um Senador e o maior número de deputados federais e estaduais.

    O PSD, PT e MDB integram a coligação governista, tendo o atual Governador Wellington Dias como o seu líder inconteste e candidato ao Senado Federal, com eleição garantida; Wellington é filiado ao PT.

    E, dessa coligação pluripartidária, formada por esses partidos, acima nominados, e mais PSB e outros pequenos partidos, deverão apoiar irrestritamente a eleição majoritária de Rafael e Themístocles, respectivamente, candidatos a Governador e Vice-governador do Estado do Piauí na sucessão de 22, que será a Chapa vencedora.

    O candidato a Vice-governador na Chapa oficial é o emebedista histórico, incansável homem de articulação política exitosa, responsável pela filiação de Pessoa ao MDB e pela sua eleição vitoriosa à prefeitura de Teresina, bem como pela filiação do vereador Jeová Alencar, Presidente da Câmara Municipal de Teresina, ao MDB – Movimento Democrático Brasileiro.

    ​Entretanto, Themístocles Filho ainda se credencia ao cargo de Vice-governador por ter sido reeleito Presidente da Assembleia Legislativa do Piauí por nove vezes consecutivas. Prova de sua competência, habilidade política e articulador emérito e exitoso.

    Ademais, acaba de eleger a sua esposa Ivenária Sampaio (MDB), prefeita de Esperantina, um dos maiores municípios do Estado do Piauí. Também feito extraordinário, conquanto o seu pai, Themístocles Sampaio Pereira, embora eleito deputado estadual e federal em vários mandatos, jamais conseguiu exercer a liderança política em Esperantina, posição arrebatada pelo deputado Themístocles Filho.

    ​Portanto, é com esses cargos e esses mandatos, e esta vasta experiência, exercidos durante a sua longerra e exitosa vida partidária, que o emebedista Themístocles Filho, credencia-se ao cargo de Vice-governador na Chapa do petista Rafael Fonteles na cabeça para Chefe do Executivo piauiense.

    ​Consequentemente, Rafael e Themístocles, conforme matérias na mídia impressa, jornal “O Dia”, reuniram-se e acertaram os ponteiros à sucessão de 22, que pretendem ser exitosa e/ou vitoriosa, como mostram as evidencias.

    ​E Rafael Fonteles terá um Vice-governador que entende da arte política, conhece, como ninguém, os membros e meandros da política piauiense, bem assim os agentes políticos nela envolvidos.

    ​E, finalmente, o MDB – maior partido do Piauí, conseguiu emplacar a Vice-governança, após várias tentativas pretéritas, sem êxito, sempre com o deputado Themístocles postulando. Agora, “certamente”, pelo pragmatismo matemático de Rafael, a decisão favorável ao MDB e ao deputado Themístocles, com a vitória em outubro da dobradinha Rafael e Themístocles no Poder Executivo estadual a partir de janeiro de 2023.

    MAGNO PIRES é Diretor-geral do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí – IAE-PI, Ex-Secretário de Administração do Piauí e ex-presidente da Fundação CEPRO, advogado da União (aposentado), professor, jornalista e ex-advogado da Cia. Antáctica Paulista (hoje AMBEV) por 32 anos consecutivos.

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular