Com quase 300 palestras realizadas e participação em diversos eventos, o projeto Pense Bem AVC completa 15 anos de atuação no Piauí neste mês de dezembro. Criado com o objetivo de sensibilizar a população sobre as causas, prevenção e tratamento do Acidente Vascular Cerebral, o projeto alcançou um público estimado de quase 19 mil pessoas nesse período. Trata-se de uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) que é coordenada, no Piauí, pela Associação Reabilitar e conta com o apoio de acadêmicos voluntários da área da saúde e parceira da Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi).

Desde o seu lançamento, em dezembro de 2007, foram realizadas atividades educativas e com foco na prevenção do AVC em escolas, instituições de ensino superior e nas comunidades, por meio de parcerias e promoções de eventos. Também faz parte do calendário anual de atividades do projeto, a Semana de Prevenção ao AVC, que acontece desde 2010.

“A nossa missão é cuidar das pessoas. Foi isso o que fizemos através das ações do Pense Bem AVC ao longo desses 15 anos. Levamos o máximo de conhecimento às pessoas sobre o AVC, uma doença que pode ser tratada, prevenida, diagnosticada e os pacientes acometidos podem ser reabilitados. Explicamos sobre os fatores de riscos e, principalmente, sobre a prevenção. Hábitos diários simples podem fazer uma grande diferença na vida das pessoas, como manter uma alimentação saudável, praticar atividade física, controlar a pressão arterial e diabetes”, destaca Benjamim Pessoa Vale, neurocirurgião e presidente da Associação Reabilitar.

A enfermeira Fabiana Gomes, atual coordenadora do Pense Bem AVC, destaca que as ações desenvolvidas têm gerado grande impacto por onde passam. “Quando olhamos para os números relacionados ao projeto, enxergamos a quantidade de pessoas que foram contempladas e conscientizadas. Também reconhecemos a necessidade, mais do que nunca, da continuidade desse trabalho porque o AVC é totalmente evitável, se você conhecer e combater os fatores de risco”, explica a coordenadora do projeto.

Orientações preventivas envolvem inclusive as crianças
Ao longo desses 15 anos, as escolas sempre foram pontos de atuação do Projeto Pense Bem AVC. Neste ano, por exemplo, como parte das ações da Semana de Prevenção ao AVC, a equipe do projeto levou informações preventivas às crianças da Escola Municipal Casa Meio Norte.

A iniciativa, em parceria com a Sesapi, orientou professores e alunos quanto ao reconhecimento dos sinais da doença e a importância da prevenção. A atividade também contou com a presença dos Herois Rápidos (Fast Heroes), personagens fantasiados que encenaram sobre os sintomas mais comuns, como a boca “torta”, perda de força em um lado do corpo e dificuldade na fala.

A diretora da Casa Meio Norte, Rutinéia Morais Vieira, avalia os resultados da aplicabilidade do projeto no dia a dia das crianças. “Essa foi mais uma ação que conseguimos envolver toda a comunidade escolar, em especial nossos alunos, que ficaram atentos às orientações repassadas. Através do conteúdo trabalhado em sala de aula e da encenação dos personagens, eles entenderam que o foco do projeto é o cuidado com a saúde de toda a família”, concluiu.

Fonte: CCom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *