Os professores da rede estadual da educação realizaram assembleia nesta quarta-feira (29) e deliberaram pelo final da greve que a categoria deflagrou há 127 dias.

De acordo com professores, o fim da greve foi aprovado por ampla maioria após constatar ameaça e prejuízo para os trabalhadores em educação.

“O atual cenário do movimento paredista envolvendo ameaças e coações do governo, além mudança de lotação e corte de ponto com franco prejuízo para a maioria dos profissionais da educação, caracterizando um ataque maciço e frontal a liberdade sindical por parte do governo Regina Sousa que, a exemplo do seu antecessor, o ex-governador Wellington Dias”, lamenta.
Os professores informaram irão continuar com manifestações regulares.

“Mesmo com o encerramento da greve, a luta continuará com manifestações regulares, em todo estado, em defesa das pautas da categoria como o pagamento dos reajustes salariais, a situação das remoções das/os grevistas, assim como a exigência de uma folha suplementar para repor os descontos, progressões dos servidores e servidoras e o pagamento do precatório do Fundef”, destaca.

Da Redação
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *