A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou no último sábado (1) à Operação Férias Escolares 2023, que segue até o dia 31 de julho. A operação terá como foco coibir o excesso de velocidade.

Com o auxílio de radares portáteis e de fiscalização ostensiva, as equipes vêm atuando para garantir a segurança viária e preservar a vida dos usuários das rodovias.
Vale frisar que as vias brasileiras têm limites de velocidade diferentes. Ou seja, dirigir em alta velocidade não é o mesmo que seu excesso, uma vez que o excesso de velocidade significa ultrapassar o limite estabelecido por uma dessas vias

As multas relativas à infração são respectivamente:

Velocidade superior à máxima em até 20%: infração média (4 pontos na CNH do condutor) + multa (R$130,16);

Velocidade superior à máxima em mais de 20% até 50%: infração grave (5 pontos na CNH do condutor) + multa ( R$195,23);

Velocidade superior à máxima em mais de 50%: infração gravíssima (7 pontos na CNH do condutor) + multa multiplicada por três (R$293,47×3= R$880,41) + suspensão do direito de dirigir.

Fiscalização de animais
Durante o período, a PRF também dará foco ao manejo e recolhimento de animais soltos às margens das rodovias. Na maioria das situações, o motorista apenas consegue avistá-los quando já está muito próximo ao veículo, não havendo tempo para reagir ou evitar reações por reflexo, resultando em graves acidentes.

Nos primeiros dias, as atividades estão direcionadas à macrorregião de Picos. Posteriormente, o foco dar-se-á na região de Piripiri, um espaço de grandes fluxos durante a segunda quinzena do mês.

A PRF alerta que o dono ou detentor do animal solto responderá, inclusive criminalmente, pelos danos causados. Na hipótese de acidente de trânsito, o responsável responde por omissão quanto aos cuidados necessários que deveria ter com o animal.

Ademais, é importante que o motorista também informe, através do telefone 191, o local aproximado onde o animal foi visto, para que as equipes policiais possam providenciar o seu recolhimento a um local seguro e adequado.

Outras ações
Visando conscientizar os condutores e passageiros acerca das atitudes que geram riscos à vida, também serão reforçadas, em todo o estado, ações de educação para o trânsito.

Além disso, também serão intensificadas atividades ostensivas relacionadas ao combate à embriaguez ao volante, aos crimes viários, tráfico de drogas, crimes ambientais, entre outros.

Orientações para uma viagem segura
Mesmo tratando-se de viagens curtas, é fundamental realizar uma revisão preventiva do veículo, mesmo que este seja novo. Devem ser incluídas à manutenção: checagem dos pneus; do sistema de iluminação; sistema de suspensão; dos equipamentos obrigatórios; do nível do óleo e do radiador, entre outros itens.

Aos condutores, a devida atenção ao ingressar na rodovia é um fator essencial. Desse modo, é fundamental respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos demais veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito.

Também é fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico. A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável uma pausa para descanso ou revezar a direção do veículo. As paradas eventuais no acostamento devem ser feitas apenas em caso de emergência, com pisca-alerta ligado e triângulo a pelo menos 30 metros do veículo.

O uso do cinto de segurança e da cadeirinha para crianças é imprescindível, pois esses equipamentos podem fazer total diferença em casos de acidentes.

Por fim, é de suma importância verificar a posse dos documentos de porte obrigatório: CRLV, CNH e / ou outros documentos determinados por lei.

Com informações da Ascom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *