Conecte-se conosco

Esporte

Porto perde na Itália, mas elimina a Juventus na Liga dos Campeões

Publicado

em

Porto perde na Itália, mas elimina a Juventus na Liga dos Campeões

Com um gol na prorrogação, o Porto perdeu para a Juventus por 3 a 2, mas se classificou para as quartas de final da Liga dos Campeões. Os portugueses marcaram logo no começo da partida e pareciam caminhar para uma classificação tranquila, mas sofreram o gol de empate e depois, já com um jogador a menos, a virada. Na prorrogação, um gol de falta de Sérgio Oliveira deu a classificação. Rabiot ainda fez mais um para a Juventus, mas foi eliminada.

A Juventus precisava vencer o Porto para tentar uma vaga na próxima fase da Liga dos Campeões e foi para cima do adversário. Logo aos 3 minutos, Morata de cabeça deu trabalho para Marchesín.

O Porto respondeu com Taremi. Em duas oportunidades, Bonucci e o travessão salvaram a Juventus, que quase marcou na sequência. Cuadrado bateu falta e Ramsey de cabeça mandou para fora aos 9 minutos.

Mas aos 17 minutos, Demiral fez pênalti sobre Taremi. Sérgio Oliveira bateu no canto esquerdo e o goleiro Szczesny pulou para o outro. O gol obrigava a Juventus a marcar dois para levar para a prorrogação e três para se classificar, desde que não sofresse mais nenhum.

A Juventus insistia e Morata apareceu sozinho na área após cruzamento de Cuadrado e só parou em Marchesín. O goleiro apareceu novamente em chute de Rabiot.

Nos acréscimos do primeiro tempo, Sérgio Oliveira recebeu na área e bateu forte, mas Szczesny defendeu.

Logo no começo do segundo tempo, Chiesa recebeu de Cristiano Ronaldo e empatou a partida para os italianos, que ainda precisavam de mais dois gols para avançar sem precisar da prorrogação.

Aos nove minutos do segundo tempo, Taremi recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Dois minutos depois, Chiesa recebeu lançamento, tirou do goleiro com a cabeça e ficou com o gol livre, mas Pepe chegou dividindo e Chiesa acertou a trave. Na volta, Pepe chutou para fora e salvou o Porto.

A Juventus virou a partida minutos depois. Chiesa recebeu cruzamento da direita de Cuadrado e marcou de cabeça o segundo dos italianos.

Chiesa teve a chance do hat-trick quase no fim do tempo normal. Ele driblou a defesa e bateu, mas Marchesín pegou.

Nos acréscimos, Morata marcou o terceiro gol da Juventus, que daria a classificação, mas estava impedido. Depois, Cuadrado arriscou de esquerda e acertou o travessão.

Na prorrogação, o Porto marcou novamente com Sérgio Oliveira de falta. A Juventus precisava de dois gols para avançar. Rabiot ainda marcou o terceiro, mas os italianos foram eliminados.

Fonte: Folhapress

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda