A Polícia Civil do RJ prendeu nesta sexta-feira (2) Jeander Vinícius da Silva Braga pela morte do ator Jeff Machado. O garoto de programa foi pego em Santíssimo, na Zona Oeste do Rio. Outro procurado, Bruno de Souza Rodrigues, amigo de Jeff, já é considerado foragido.

Agentes da Delegacia de Descoberta de Paradeiros foram para quatro endereços na Zona Oeste atribuídos aos dois. Jeander tentou fugir ao ver os policiais, mas acabou pego.


Contradições
O pedido de prisão dos suspeitos levou em consideração diversas contradições dos indiciados nos depoimentos dados à polícia sobre o momento do crime.

Ambos afirmam que Jeff foi morto na própria casa, em Guaratiba, e atribuem a execução a um miliciano chamado Marcelo — que a polícia afirma ser um personagem inventado e uma estratégia dos suspeitos.

Ato sexual
Bruno: disse que filmou no segundo andar uma cena de sexo entre Jeff, Jeander e Marcelo e, ao término, desceu ao térreo.
Jeander: alegou que não participou do ato.

Descoberta da morte
Bruno: afirmou que não viu o crime. Relatou que Marcelo e Jeander desceram com Jeff já morto.
Jeander: também não presenciou o crime. Contou que viu Jeff morto ao sair do banho antes do ato.

Ocultação do cadáver
Bruno: relatou que o corpo de Jeff foi posto no baú do ator depois que Jeander e Marcelo desceram as escadas.
Jeander: disse ter sido obrigado por Marcelo a esvaziar um baú no quarto de Jeff e colocar o corpo dentro, descendo as escadas carregando a caixa com o suposto miliciano — e que Bruno viu esse momento.

Saída do local do crime
Bruno: afirmou que saiu do casebre enquanto Jeander ainda cavava.

Jeander: relatou que ele e Bruno foram embora juntos após concretarem o buraco.
A polícia já sabe que quem concretou o chão foi um pedreiro.

Jeander prestou um depoimento, e Bruno, três: um na 43ª DP (Sepetiba), em 5 de fevereiro, sobre o desaparecimento; um na DDPA como testemunha e amigo, no dia seguinte; e o terceiro é uma carta enviada pelos advogados.

Os procurados
Bruno de Souza Rodrigues: produtor já considerado suspeito no caso, estava, segundo a família de Jeff, com cartões bancários e as chaves do carro e da casa do artista. Também foi Bruno quem registrou o suposto desaparecimento do ator — quando o corpo de Jeff já tinha sido ocultado.

Jeander Vinicius da Silva Braga: garoto de programa que, segundo as investigações, tinha uma relação próxima com a vítima.

Ambos confessaram terem ocultado o corpo. Eles atribuem o assassinato do ator a uma terceira pessoa, identificado como Marcelo — versão descartada pela polícia. Os investigadores afirmam que eles mataram Jeff e inventaram esse terceiro personagem.

De acordo com depoimentos e investigações, apenas Bruno e Jeander estavam na casa de Jeff Machado no dia 23 de janeiro, e ambos seriam responsáveis pelo crime.

Fonte: globo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *