Conecte-se conosco

    Internacional

    Polícia de Nova York identifica o responsável por atacar escritor Salman Rushdie

    Publicado

    em

    Polícia de Nova York identifica o responsável por atacar escritor Salman Rushdie

    A polícia de Nova York identificou o responsável por atacar o escritor Salman Rushdie. Ele se chama Hadi Matar, um homem de 24 anos de Fairview, em Nova Jersey. Segundo a polícia, a motivação do crime não foi ainda esclarecida. A informação foi dada em entrevista coletiva realizada em um prédio da polícia de Nova York, em Jamestown, onde o suspeito é mantido preso.

    As autoridades também informaram que estão trabalhando para conseguir mandados de busca contra o suspeito. Segundo a polícia, o caso é acompanhado pelo FBI, que ajuda nas investigações. O escritor anglo-indiano continua em cirurgia.

    O escritor Salman Rushdie, alvo de um ataque durante uma conferência nesta sexta-feira em Nova York, recebeu múltiplas facadas, segundo a endrocrinologista americana Rita Landman, que subiu ao palco para oferecer ajuda após o indiano sofrer o atentado.

    Um dos ferimentos do autor foi no lado direito do pescoço e uma poça de sangue estava embaixo de seu corpo. Relatos de outras testemunhas dizem que o escritor recebeu de 10 a 15 golpes. Ainda segundo ela, o escritor estava aparentemente vivo e não precisou receber reanimação cardiopulmonar.

    — Pessoas estavam dizendo: ‘ele tem pulso, ele tem pulso’ — contou a médica ao jornal The New York Times.

    Outra pessoa que estava no evento, Bill Visu, de 72 anos, disse que viu o homem atacar o escritor. Segundo ele, um grupo de pessoas correu ao palco e jogou o homem ao chão. Em seguida, a plateia deixou o local.

    Um repórter da agência Associated Press (AP) testemunhou o episódio de violência registrado por volta de 10h30 no horário local. Um homem invadiu o palco do anfiteatro do centro educacional Chautauqua Institution e começou a agredir Rushdie. O escritor caiu no chão e o homem foi contido.

    O homem detido era branco, tinha o cabelo raspado e estava usando roupas camufladas por baixo de um casaco preto. Rushdie foi levado do local de helicóptero por socorristas. A pessoa que estava entrevistando o escritor sofreu um leve ferimento na cabeça.

    — Houve apenas um agressor. Ele estava vestido de preto, uma roupa preta folgada, e correu na direção dele — disse ao Times Elisabeth Healey, 75, que estava na plateia.

    O livro “Os Versos Satânicos” de Rushdie é proibido no Irã desde 1988. Muitos muçulmanos consideram a história uma blasfêmia. Um ano depois, o falecido líder do Irã, o aiatolá Ruhollah Khomeini, emitiu um edito, pedindo a morte de Rushdie. Uma recompensa de mais de US$ 3 milhões também foi oferecida para quem tirasse a vida dele. O escritor passou cerca de dez anos sob proteção policial e vivendo na clandestinidade. Ele mora nos EUA desde 2000.

    A governadora de Nova York, Kathy Hochul, disse em coletiva que Salman Rushdie está vivo e foi transportado para um hospital local. Ela também confirmou que o moderador do evento também foi atacado e levemente ferido.

    Escritor passa por cirurgia
    egundo a agência de notícias Associated Press, Rushdie, de 75 anos, levou entre dez e 15 golpes. Ele foi levado em helicóptero a um hospital local. Os médicos iniciaram uma cirurgia que não havia terminado até a última atualização desta reportagem.

    Polícia de Nova York identifica o responsável por atacar escritor Salman Rushdie
    Hadi Matar, acusado de esfaquear escritor

    Fonte: globo.com

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular