Conecte-se conosco

Cidades

Polícia Civil deflagra operação e cumpre mandados contra servidores e empresários

Publicado

em

A Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Combate à Corrupção (Deccor), deflagrou nesta terça-feira (22) a Operação Tertium com o objetivo de cumprir 12 mandados de busca e apreensão, cujos alvos principais são organizações privadas que receberam recursos públicos do Município de Teresina. Existem indícios de que alguns projetos não eram executados.

Na investigação, a Polícia Civil verificou que apenas uma das organizações alvo dessa diligência recebeu da Prefeitura de Teresina mais de R$ 1 milhão de somente entre os anos de 2018 a 2020, sem dispor de qualquer capacidade técnica ou operacional.

De acordo com a Polícia Civil, existem indícios de que alguns servidores de órgãos do município facilitaram a liberação desses valores e ainda se beneficiaram com parte dos repasses.

A Polícia Civil confirmou que são alvos dos mandados de busca as residências de servidores públicos, empresários, algumas organizações da sociedade civil (OSCs) e outros particulares que integram a associação criminosa revelada.

Conforme a Polícia Civil, a investigação contou com o apoio da Diretoria de Inteligência (DINT), e nesta fase executam o trabalho policiais da Deccor, Depre, Gerência de Polícia Especializada, Greco, Delegacia de Homicídios e Auditores do TCE-PI.

O nome da operação guarda relação com o denominado “terceiro setor”, o qual é formado por organizações privadas que executam atividades a partir de parcerias e ajustes firmados com o poder público.

Da Redação
Com informações da Ascom

Cidades

Equipe de fiscalização encerra festa clandestina e prende responsáveis

Publicado

em

Os órgãos de fiscalização fecharam neste domingo (7) uma festa clandestina que era realizada na noite deste domingo (7), na zona Leste de Teresina, no antigo GAV.

Na ocasião, segundo o diretor de Inteligência da PM, cinco pessoas foram presas e encaminhada para Central de Flagrantes, dentre os cinco, duas pessoas eram menores de idade. O diretor afirma que o evento tinha mais de 40 pessoas e, além dessas prisões, muito material foi apreendido, como som, ingressos e bebidas. A casa já tinha sete autuações por não respeitar as medidas restritivas.

Desde que o decreto foi publicado, as Polícias Civil e Militar, além da Vigilância Sanitária fazem fiscalização. “Todo evento que tomamos conhecimento, vamos até o local para averiguar e realizar os devidos procedimentos”, diz o diretor de Inteligência da PM, declarando que todos os dias as equipes que fazem trabalho ostensivo saem às ruas para fiscalizar e fazer valer o decreto.

As medidas restritivas do Decreto Estadual têm como objetivo conter o avanço do novo coronavírus, uma vez que hospitais públicos e privados estão no limite de atendimento.

Fonte CCOM

Continue lendo

Cidades

Homem é morto em posto de lavagem no Itaperu

Publicado

em

Um homem ainda não identificado foi assassinado com um tiro por volta do meio-dia, deste domingo, 7, na rua Castelo do Piauí, bairro Itaperu, zona Norte de Teresina.

Segundo o capitão Oziel, do 9º Batalhão de Polícia Militar do Piauí (BPM), o homem transitava pela rua quando dois homens em uma moto pararam próximo a ele e atiraram.

“Ele correu pela rua e chegando a um posto de lavagem, caiu e morreu. A bala atingiu o peito direito e transpassou o corpo indo parar na omoplata esquerdo”, disse o capitão Oziel.

O capitão conta ainda que a vítima não possuía documentos e os populares da região não reconheceram o corpo.

O Instituto Médico Legal também foi acionado para fazer a remoção do corpo. A investigação ficará sob responsabilidade do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Da Redação

Continue lendo

Cidades

Subtenente da PM de Alagoas é assassinado em Teresina ao cobrar dívida

Publicado

em

O subtenente aposentado da Polícia Militar de Alagoas identificado por João Wellington Bezerra Lins morreu por volta das 13h, deste sábado, 6, após uma troca de tiros no bairro Poti Velho, zona Norte de Teresina.

De acordo com o tenente-coronel e comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar do Piauí (BPM), tenente-coronel Lacerda, a suspeita é que o subtenente, acompanhado de outros dois policiais militares de Alagoas e mais três pessoas, vieram a Teresina cobrar uma dívida e ao chegarem no bairro Poti Velho, por volta das 10h, no local marcado com um homem ainda não identificado, foram recebidos a tiros.

João Wellington levou um tiro no tórax e morreu por volta das 13h após ser socorrido e levado para o Hospital de Urgências de Teresina (HUT).

“A princípio, eles contaram que vieram fazer uma cobrança de dinheiro, mas não disseram realmente do que se tratava, nem qual foi o negócio que fizeram e nem qual foi a quantia. Chegando no local combinado, o cidadão que estava lá já os recebeu com disparos de arma de fogo, onde atingiu o subtenente na região do tórax”, explicou comandante do 1º BPM.

O caso foi encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que vai investigar as circunstâncias da morte do subtenente.

Da Redação

Continue lendo

Popular