Conecte-se conosco

    Cotidiano

    Piauí tem a 2ª menor expectativa de vida após os 60 anos

    Publicado

    em

    A população piauiense que tinha 60 anos de idade em 2019 deve viver por mais 20 anos, em média, de acordo com as projeções do IBGE divulgadas no estudo Tábua Completa de Mortalidade 2019. É a segunda menor perspectiva do país, melhor apenas do que em Rondônia, onde a expectativa de vida para uma pessoa que completou 60 anos de idade em 2019 é de mais 19,7 anos.

    Entre os homens do Piauí que tinham 60 anos de idade em 2019, a perspectiva é ainda menor: 17,9 anos, a expectativa de vida mais baixa do país entre os idosos do sexo masculino. Entre as mulheres do Piauí, o esperado é que vivam por mais 21,8 anos. Apesar de estarem em situação melhor do que os homens do estado, as mulheres do Piauí que tinham 60 anos de idade em 2019 têm a terceira menor expectativa de vida, acima apenas de Rondônia (21,2 anos) e de Roraima (21,1 anos).

    O estado com melhores perspectivas para as pessoas com 60 anos de idade é o Espírito Santo, onde a expectativa de vida para essa população é de 24,4 anos. Lá, também estão as melhores médias do país para ambos os sexos. Espera-se que um homem do Espírito Santo que tinha 60 anos de idade em 2019 viva por mais 22,2 anos e que uma mulher na mesma condição viva por mais 26,4 anos.

    No Brasil, o esperado é que as pessoas que completaram 60 anos de idade em 2019 vivam por mais 22,7 anos. Entre os homens do país, a média fica em mais 20,4 anos. Já entre as mulheres brasileiras, a perspectiva é de que vivam por mais 24,4 anos.

    Fonte: IBGE

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular