Conecte-se conosco

Política

Piauí inicia vacinação de indígenas na próxima segunda-feira

Publicado

em

O Estado do Piauí vai começar na próxima segunda-feira (5), a imunização contra a Covid-19 dos povos indígenas aldeados, contemplados no plano de imunização.

“A população indígena sempre esteve contemplada no plano estadual de imunização. Essa inserção dos indígenas na próxima etapa de imunização é de grande relevância, pois sabemos que um dos grupos de maior risco quando infectado pelo vírus e hoje conseguimos aprovar o início da imunização”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

A vacinação foi possível após aprovação na Comissão Intergestora Bipartite que aconteceu nesta quarta-feira (31). A Secretaria de Estado da Saúde colocou em votação a imunização dos indígenas que foi aprovada por unanimidade pelo órgão colegiado.

Serão contemplados 1.302 índios a partir de 18 anos. “Toda essa população indígena já está cadastrada e todos eles a partir da próxima semana serão contemplados com a vacinação contra a Covid-19”, destaca o Superintendente de Atenção Primária à Saúde e Municípios, Hérlon Guimarães.

Estes índios residem nas tribos localizadas nos municípios de Piripiri, Lagoa de São Francisco, Queimada Nova, Santa Filomena, Baixa Grande do Ribeiro, Bom Jesus, Currais, Uruçuí e Teresina. Eles são da etnia Tabajara, Kariri, Camela, Gueguesns e Guajajara.

“Isso é mais uma boa notícia, mais uma evolução no nosso plano de vacinação, que é sim de extrema importância para que possamos cortar a transmissão do coronavírus”, lembra o superintendente.

A vacinação dos indígenas ficará à cargo das secretarias municipais de saúde dos municípios onde cada tribo fica localizada. A Sesapi fará a entrega dos imunizantes ainda esta semana.

Fonte CCOM

Política

Governo lança cartão pró-social para famílias carentes do Piauí

Publicado

em

Alcançar famílias de baixa renda sem cobertura de nenhum programa social é a finalidade do Programa Cartão Pró-social lançado nesta segunda-feira pelo Governo do Estado, sob a coordenação da vice-governadora Regina Sousa e parceria entre Secretaria de Assistência Social e Cidadania (SASC) e Agência Piauí Fomento.

Por meio do cartão, serão pagos R$ 200 por mês a famílias que estão em pobreza extrema, com renda per capita de até R$ 89 e também para famílias em situação de pobreza com renda per capita acima de R$ 89 até 178.

O Programa Pró-social abrange as famílias invisíveis. “Estão cadastradas no sistema, mas não recebem nada. O governo estadual está fazendo cruzamento de dados com o Instituto Nacional de Previdência Social e buscas e estudo para que esse cartão seja destinado a quem realmente precisa e estejam vulneráveis”, informou a vice-governadora Regina Sousa. “Não tem nada a ver com auxílio emergencial. É um cartão que tem como objetivo incluir as pessoas nos programas sociais federais a que têm direito. Enquanto elas não são incluídas, serão mantidas no Estado. A previsão inicial é de seis meses, mas pode ser prorrogado, caso o beneficiário não esteja incluído em programa federal. É um programa que terá continuidade, mas sempre com outras famílias”, acrescentou.

O programa alcança todo o Estado e junto com Prefeituras municipais, agentes de saúde está fazendo a Busca Ativa para encontrar essas pessoas que estão invisíveis sem nenhuma renda e cobertura social.

Ações do Pró-Social
O Cartão Social é um dos instrumentos do Programa Pró-social que tem outras ações como poços, cisternas, agricultura familiar, microcrédito. No último dia 8 de março, foi instituído um crédito só para mulheres. “Há um trabalho muito importante realizado dentro do Pró-social”, afirmou Regina Sousa. Por meio do Pró-social, comunidades já foram beneficiadas com poço e o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Piauí (Emater) vai entrar em ação com a formação e qualificação de moradores dessas comunidades para o plantio e cultivo da terra.

Piauí Fomento faz gestão financeira

O Pró-social conta com o suporte da Agência Piauí Fomento que, segundo o presidente Luís Carlos Ewerton, faz a gestão financeira dos recursos, analisa os cartões pagos e para quem foram pagos os recursos e nos casos de não pagamento, os recursos retornam para o Estado. “Damos um suporte no credenciamento na instituição financeira e estamos honrados com o papel que a Piauí Fomento exerce dentro deste programa. A Piauí Fomento é uma instituição financeira reconhecida e pertence ao Piauí, dando suporte a todas as ações relacionados com o mercado financeiro”, afirma Luís Carlos Ewerton. O gestor diz ainda que o Governo do Estado do Piauí aportou R$ 50 milhões na agência para o financiamento de diversas propostas de empreendedores formal e informal.

SASC atua na execução e qualificação para o mercado de trabalho
Dentro do Programa Pró-social, a Secretaria de Assistência Social e Cidadania (SASC) tem papel fundamental. Ela possui uma plataforma tecnológica com banco de dados social do Estado, coma relação de informações das famílias mais vulneráveis. “Estamos sempre atualizando as informações por meio do Busca Ativa, com ajuda dos municípios e do CRAS. O Cartão Social vai ajudar as famílias invisíveis até elas serem inseridas em outros programas ou que consigam se inserir no mercado de trabalho”, declarou o secretário Zé Santana.

Segundo Santana, a SASC almeja a inserção das famílias no mercado de trabalho e trabalha na qualificação profissional das pessoas. “Temos projetos do Caminhão da Cidadania, com a realização de cursos e a meta é criar oportunidade para estas pessoas que, quando qualificadas, possam entrar no mercado de trabalho ou montar seu próprio negócio com ajuda da Piauí Fomento”, finalizou.

Com informações da CCOM

Continue lendo

Política

Nos 100 dias de gestão, Dr. Pessoa entrega 80 unidades habitacionais

Publicado

em

O prefeito de Teresina Doutor Pessoa iniciou a celebração dos seus primeiros 100 dias de gestão entregando 80 unidades habitacionais do residencial Parque Brasil a famílias atendidas pelo Programa Lagoas do Norte e pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação. Ao lado de seis famílias beneficiadas, o prefeito comentou a alegria de poder proporcionar mais dignidade com a casa própria.

“Estamos muito felizes de poder garantir a essas famílias esse sabor da cidadania porque a casa, o lar, são muito importantes para qualquer pessoa. A nossa gestão agora, chegando nos 100 primeiros dias, começa a entregar os benefícios para a população, principalmente àqueles que mais precisam”, destacou o prefeito.

Além das famílias beneficiadas, estiveram presentes o secretário municipal de Planejamento e Coordenação, João Henrique Sousa, o vice-prefeito e secretário de Finanças, Robert Rios, o secretário municipal de Governo, Adolfo Nunes, o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Edmilson Ferreira, a superintendente da Saad Norte, Ana Paula, a secretária municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Eliana Lago, o presidente da Câmara Municipal de Teresina, Jeová Alencar, e o líder do prefeito na Câmara, vereador Renato Berger.

O secretário João Henrique Sousa destacou a importância do Programa Lagoas do Norte no atendimento às famílias que vivem em áreas de risco. “Esse instante é muito simbólico para a comemoração dos 100 primeiros dias da gestão do Dr. Pessoa. Este ano já reafirmamos o desejo da continuidade do Programa Lagoas do Norte que traz um simbolismo enorme para a cidade e a entrega dessas 80 unidades habitacionais é uma demonstração do trabalho voltado para o povo que precisa de atenção e cuidado”, declarou.

O diretor geral do Lagoas do Norte, Bruno Quaresma, explicou que o residencial é apenas uma das opções ofertadas pelo programa às famílias atendidas. “O que o programa faz é dar oportunidade a essas pessoas para que elas possam melhorar suas vidas, indo morar em uma casa ou apartamento seguros, sem risco de alagamentos, sem risco das paredes ou do teto caírem. A continuidade desse trabalho é que vai proporcionar uma melhoria de vida para todos que precisam”, disse.

A dona de casa Francisca Iara Alves, que vivia na Vila Apolônia, contou como está sendo a transformação da sua vida com a nova residência. “É um sonho porque eu vivo com a minha mãe, idosa e cadeirante. Na minha casa não tinha nem banheiro, eu dava banho nela no quintal. Então, agora, nossa vida vai mudar muito”, relatou emocionada.

O secretário Edmilson Ferreira contou como é a parceria entre a Semduh e o Lagoas do Norte. “Esse é um trabalho integrado do Programa Lagoas do Norte com a Semduh e a Semplan, no qual todos os serviços estão sendo instalados, como a iluminação pública, a limpeza da área e a entrega das chaves nesse momento. A partir de agora, essas famílias já poderão fazer a mudança para o Parque Brasil. Isso significa mudar de uma situação de risco para um imóvel digno e honrado, onde essas famílias podem ter uma vida melhor daqui para frente”, afirma o secretário da Semduh, Edmilson Ferreira.

O residencial é composto de 1.022 unidades, entre casas e apartamentos, e foi construído pelo Lagoas do Norte em parceria com a Caixa Econômica Federal através do Minha Casa, Minha Vida. Projetado pela equipe do programa, as casas e apartamentos têm padrão elevado em relação aos demais empreendimentos da Caixa no restante do país. Além das unidades terem uma metragem maior (49m²), o residencial é dotado de toda a infraestrutura necessária para garantir qualidade de vida às famílias.

Ele possui rede de esgotamento sanitário com estação de tratamento, abastecimento de água com reservatório próprio, ruas asfaltadas, iluminação, áreas verdes e outras áreas destinadas à construção de escolas. Além disso, possuem várias escolas, unidade de saúde, comércio, hospitais e rede de transporte nas proximidades.

As casas possuem sala, cozinha, dois quartos, banheiro adaptado e área de serviço. Os apartamentos têm a mesma planta e metragem. Os prédios são dotados de área social, estacionamento e gradio. As famílias que já exerciam algum tipo de atividade econômica dentro de casa em seu endereço de origem, como mercearia, marcenaria, oficina, dentre outros, são beneficiadas com lotes maiores e podem receber capacitação para recompor sua atividade no novo endereço.

Fonte Ascom/PMT

Continue lendo

Política

Governo lança cartão pró-social para famílias de baixa renda

Publicado

em

Atingidas pela crise econômica provocada pelo novo coronavírus, famílias de baixa renda do Piauí vão ganhar um importante auxílio, garantido pelo Programa Cartão Pró-Social do governo do estado. O convênio para a operacionalização do programa será firmado, nesta segunda-feira (12), pela Agência Piauí Fomento e Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc). O evento ocorre às 11h, com a presença da vice-governadora Regina Sousa, na sede da vice-governadoria.

O Cartão Pró-Social vai pagar R$ 200,00 mensais, por meio de cartão magnético nominal, com modalidade saque, a famílias identificadas no perfil do programa. Os critérios são famílias em pobreza extrema (com renda per capita de até R$ 89,00) e famílias em situação de pobreza (com renda per capita acima de R$ 89,00 até 178,00).

Estão aptas a participar deste programa aquelas pessoas já cadastradas nos sistemas do governo e que não foram contempladas com nenhum outro benefício socioassistencial, como o Bolsa Família ou mesmo o auxílio emergencial do governo federal.

O pagamento do benefício ocorre independentemente do beneficiário possuir restrições bancárias, financeiras e creditícias em geral junto a serviços de proteção ao crédito e ao Serasa. Ele prevê a suplementação de renda por seis meses, podendo ser prorrogado. Vale lembrar que a concessão do benefício tem caráter temporário e não gera direito adquirido.

O programa, que será coordenado pela SASC, terá seus recursos operacionalizados pela Piauí Fomento.

“A agência vem procurando cumprir a missão de atuar como principal braço de fomento do Governo do Piauí. Temos orgulho de anunciar a nossa participação na operacionalização desse programa que visa suprir a necessidade mais básica do ser humano nesse momento de pandemia”, afirma Luiz Carlos Everton de Farias, presidente da Piauí Fomento.

Fonte: CCOM

Continue lendo

Popular