Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (2) pelo jornal “Folha de S.Paulo” aponta que o pessimismo de brasileiros com a economia piorou após a posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O petista assumiu em 1º de janeiro de 2023.

De acordo com o levantamento feito nos dias 29 e 30 de março em todo o país, 26% afirmaram acreditar que a situação econômica do país vai piorar nos próximos meses. Em dezembro de 2022, quando Lula já tinha sido eleito, 20% afirmaram acreditar que a economia iria piorar.

A pesquisa divulgada neste domingo (2) também aponta que, para 46% a situação econômica vai melhorar (eram 49%) e que 26% acham que vai ficar como está (eram 28%).

O Datafolha ouviu 2.028 entrevistados em 126 municípios nos dias 29 e 30 de março em todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Os entrevistados também responderam sobre expectativa com situação econômica pessoal; sobre percepção da situação econômica do país nos últimos meses; sobre mudanças na situação pessoal nos últimos meses; sobre desemprego; sobre inflação; e sobre poder de compra dos salários.

Nos próximos meses, a sua situação econômica vai melhorar, vai piorar ou vai ficar como está?

Melhorar: 56% (eram 59%)
Ficar como está: 28% (eram 28%)
Piorar: 14% (eram 11%)
Nos últimos meses, a situação econômica do país mudou?

Ficou como estava: 41% (eram 35%)
Piorou: 35% (eram 38%)
Melhorou: 23% (eram 26%)
Nos últimos meses, a sua situação econômica mudou?

Ficou como estava: 50% (eram 38%)
Piorou: 27% (eram 31%)
Melhorou: 23% (eram 31%)
Daqui pra frente o desemprego vai aumentar, vai diminuir ou vai ficar como está?

Aumentar: 44% (eram 36%)
Diminuir: 29% (eram 37%)
Ficar como está: 26% (eram 24%)


Daqui pra frente a inflação vai aumentar, vai diminuir ou vai ficar como está?

Aumentar: 54% (eram 39%)
Ficar como está: 24% (eram 24%)
Diminuir: 20% (eram 31%)

E o poder de compra dos salários vai aumentar, diminuir ou ficar como está?

Ficar como está: 34% (eram 31%)
Aumentar: 33% (eram 43%)
Diminuir: 31% (eram 21%)


Fonte: globo.com
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *