Conecte-se conosco

Esporte

Palmeiras vence o Santos e conquista o bi da Libertadores

Publicado

em

A obsessão do torcedor está nas mãos do Palmeiras. Pela segunda vez em sua história, o Alviverde sente o sabor de conquistar a Copa Libertadores da América: Neste sábado (30), no Estádio do Maracanã, o clube venceu o rival Santos por 1 a 0 e conquistou a edição 2020 do principal torneio do futebol sul-americano. Breno Lopes, aos 53 minutos do segundo tempo, fez o gol que entra para a história.

Antes deste sábado, o clube alviverde havia conquistado o torneio em 1999, com Luiz Felipe Scolari no comando e um time de lendas como o goleiro Marcos e os ídolos verdes Arce, Paulo Nunes e Evair —entre muitos outros.

A partir de agora, o Mundial de Clubes vira o grande compromisso do Palmeiras. O torneio da Fifa começa em 4 de fevereiro, mas o clube brasileiro estreia no dia 7. Antes disso, ao menos por enquanto, o Alviverde enfrenta o Botafogo na terça-feira (2). O vice-campeão Santos visita o Grêmio na quarta (3). Ambos os jogos são do Campeonato Brasileiro.

Após a conquista, Rony afirmou que nunca tinha sentido medo como na decisão de hoje. “”Só tenho que agradecer a Deus, a esse grupo, a esse time, nunca senti medo na minha vida como senti hoje, mas falei com Deus. Título é nosso, mas é glória é de Deus. Sem ele, a gente não é nada. Agradecer a Deus e todo minha família”, disse o atacante ao SBT.

Weverton também falou com a emissora, mas comemorou o título com cuidado. “Eu fico até com receio de comemorar [perto dos convidados no Maracanã], tem muita gente aqui, eu ainda não peguei Covid-19. Tem Mundial na semana que vem.”

Breno Lopes: herói improvável
Breno Lopes chegou recentemente ao Palmeiras para compor elenco. E como o futebol é impressionante, ele foi acionado no segundo tempo mesmo com o técnico Abel Ferreira tendo opções mais conhecidas no banco (Willian, por exemplo, estava cotado para iniciar o jogo). Mas foi o garoto que veio do Juventude quem fez o gol que deu o bicampeonato para a equipe na Libertadores e colocou seu nome na história do clube. Foi apenas o segundo tento anotado com a camisa do time paulista — ele havia balançado as redes pela primeira vez no empate contra o Vasco, na última terça-feira (26).

Fonte: Folhapress
Foto: Reprodução/Instagram

Banca de Jornal

Propaganda