Conecte-se conosco

Esporte

Palmeiras joga mal e perde para o Tigres e segue sem Mundial da Fifa

Publicado

em

O Palmeiras está fora da final do Mundial de Clubes 2020. Com um desempenho abaixo do esperado, o time alviverde perdeu por 1 a 0 para o Tigres (MEX), neste domingo (7), no estádio Education City, em Doha (Qatar). O francês Gignac, em cobrança de pênalti, fez o gol do triunfo mexicano.

Essa é a terceira vez que um time brasileiro para na semifinal do Mundial. A primeira delas aconteceu em 2010, quando o Internacional perdeu por 2 a 0 para o Mazembe, do Congo. Três anos depois, foi a vez de o Atlético-MG cair precocemente ao levar 3 a 1 o Raja Casablanca, do Marrocos.

É ainda a quinta vez que um time sul-americano deixa de disputar a decisão do Mundial. Juntam-se aos brasileiros o Nacional de Medellín, que caiu diante do Kashima Antlers, do Japão, em 2016, e o River Plate, que foi eliminado pelo Al Ain, dos Emirados Árabes, em 2018.

Com o resultado, o Palmeiras vai participar da disputa de terceiro lugar, que acontece na próxima quinta-feira (11). O adversário será o derrotado do duelo entre Bayern de Munique e Al Ahly, do Egito. No jogo principal do dia, às 15h, o Tigres enfrentará o vencedor desse confronto.

O melhor: Gignac
O centroavante francês era considerado o jogador mais perigoso do Tigres. E provou isso não apenas pelo gol marcado. No primeiro tempo, ele foi a grande tormenta para o sistema defensivo do Palmeiras, obrigando o goleiro Weverton a fazer duas grandes defesas. Com três gols, Gignac é o artilheiro do Mundial de Clubes 2020.

O pior: Luan
O conjunto palmeirense não funcionou diante do Tigres. Mas não dá para deixar de lado uma falha pontual que determinou o gol decisivo do Tigres. Ao cometer o pênalti sobre Carlos González, o zagueiro Luan deu a chance de os mexicanos abrirem o placar sem esperar o desfecho do lance.

Goleiro salvador
Antes que a partida tomasse direção para qualquer lado, Weverton já havia aparecido. O goleiro foi a primeira grande figura do time alviverde com uma defesa salvadora logo aos 4 minutos. Após cruzamento da direita, Carlos González subiu livre no meio da zaga e cabeceou firme, e Weverton se esticou no canto direito para evitar o gol do Tigres.

Fonte: Folhapress

.

Banca de Jornal

Propaganda