O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), se reuniu nesta 4ª feira (9.nov.2022) com 10 ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) na sede da Corte, em Brasília. A intenção do petista com a visita é passar uma mensagem de pacificação entre governo e Judiciário depois das tensões da gestão de Jair Bolsonaro (PL).

Lula chegou à sede do STF às 15h57 e saiu por volta das 17h. Estava com os seguintes aliados:
Geraldo Alckmin (PSB) – vice-presidente eleito;
Gleisi Hoffmann (PT) – presidente do partido;
Paulo Teixeira (PT) – secretário-geral do partido;
Aloizio Mercadante (PT) – um dos coordenadores da transição;
Jorge Messias (PT) – responsável pela área jurídica da transição;
Flávio Dino (PSB) – senador eleito pelo Maranhão, cotado para ser ministro da Justiça ou da Segurança Pública, além de citado para uma vaga no STF;
Randolfe Rodrigues (Rede) – senador pelo Amapá;
Cristiano Zanin Martins – advogado de Lula;
Eugênio Aragão – ex-ministro da Justiça e advogado da campanha de Lula.
Lula não falou à imprensa. Antes do encontro, Flávio Dino disse a jornalistas que a intenção era “encerrar a tensão” e “desanuviar” o clima.

Fonte: Poder360

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *