Conecte-se conosco

Esporte

Na estreia de Abel, Vasco tropeça em casa contra o Bangu

Publicado

em

O Vasco foi mais um grande carioca que tropeçou na estreia da Taça Guanabara. Mesmo em São Januário, os cruzmaltinos ficaram no empate em 0 a 0 com o Bangu, neste domingo (19). O jogo foi mais equilibrado no primeiro tempo, com o Bangu se aventurando mais ao ataque. Na etapa final, o Vasco foi superior e criou as melhores chances de marcar. No entanto, o time vascaíno parou nas boas defesas do goleiro Matheus Inácio.

Na próxima rodada, o Vasco terá o clássico contra o Flamengo, nesta quarta-feira, no Maracanã. Já o Bangu entra em campo no dia seguinte, contra o Resende, no Sul Fluminense.

O Vasco começou a partida pressionando o Bangu. Tanto que os cruzmaltinos levaram perigos em duas oportunidades com menos de três minutos. Primeiro, Talles Magno arriscou da entrada da área e parou em defesa segura de Matheus Inácio. Depois, Werley aproveitou escanteio e cabeceou próximo da trave. Só que o Bangu respondeu aos cinco minutos. Raul tentou de longe e levou perigo ao gol de Fernando Miguel.

No entanto, após o início movimentado, o Vasco passou a ter dificuldade em criar boas chances, pois o Bangu melhorou a marcação e se fechou na defesa. Com isso, o confronto ficou sendo disputado em ritmo mais lento.

Enquanto os cruzmaltinos erravam muito no setor ofensivo, o Bangu levava mais perigo quando se aventurava ao ataque. Jairinho e Juliano assustaram os donos da casa em chutes ao gol.

O panorama da partida seguiu o mesmo até os 44 minutos, quando o Vasco chegou com perigo. Raul tocou para Yago Pikachu, que chutou para boa defesa de Matheus Inácio. Assim, o duelo continuou empatado até o intervalo.

Assim como no primeiro tempo, a etapa final iniciou com as duas equipes desperdiçando boas chances. O Vasco assustou com German Cano, em chute da entrada da área. Já o Bangu respondeu em seguida. Juliano aproveitou falta cobrada na área e cabeceou muito próximo do gol.

Novamente, o jogo caiu de rendimento depois dos primeiros minutos. O Vasco só voltou a criar boa chance aos 22 minutos, com German Cano. O lance animou os cruzmaltinos, que quase marcaram em seguida. Tiago Reis fez boa jogada e chutou para o gol. O goleiro espalmou e a bola chegou em Marcos Júnior, que tentou de voleio, mas furou. Marrony tentou depois em duas oportunidades, só que mandou pela linha de fundo.

A partir dai, os donos da casa aumentaram a pressão e quase abriram o placar aos 26 minutos. Após cobrança de escanteio, Talles Magno cabeceou e viu Matheus Inácio fazer grande defesa em cima da linha.

O Vasco seguiu buscando o gol, mas esbarrou nos erros de passes. Com isso, facilitou o trabalho da defesa do Bangu, que conseguiu segurar a igualdade até o apito final em São Januário.

Fonte: terra.com.br

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Fluminense bate o Nova Iguaçu no Carioca

Publicado

em

Com gols de Kayky, Fred e John Kennedy, o Fluminense venceu o Nova Iguaçu na noite de hoje (11), no Maracanã, em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Carioca. Anderson Kunzel conseguiu diminuir para o Nova Iguaçu, fechando o placar em 3 a 1.

A vitória teve um gosto especial para Fred, que marcou o gol de número 400 na carreira. Nesta contagem, 182 deles foram marcados com a camisa do Tricolor, onde Fred faz sua segunda passagem desde o ano passado.

Com o resultado, o Fluminense se firmou na quarta colocação do Carioca e ficou mais próximo da Portuguesa. São 16 pontos contra 17 do terceiro colocado. O Nova Iguaçu, com mais essa derrota, fica na 10ª colocação e vê a classificação para a Taça Rio cada vez mais distante.

Kayky: garoto inspirado no primeiro gol
Apesar de todos os holofotes estarem voltados para Fred, o garoto Kayky, de 17 anos, teve as atenções para si no começo do segundo tempo, quando marcou um lindo gol. Ele saiu costurando entre os marcadores do Nova Iguaçu e ainda tirou o goleiro Luiz Henrique da jogada antes de finalizar para as redes.

Fonte: Folhapress

Continue lendo

Esporte

Cruzeiro vence Atlético-MG em clássico do centenário

Publicado

em

O primeiro clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG de 2021, e que marcou 100 anos de disputas entre os dois clubes, terminou com a vitória celeste por 1 a 0. O gol do jogo no Mineirão foi marcado por Airton, aos 16 minutos do segundo tempo. No final da partida, William Pottker e Hulk ainda se estranharam e acabaram expulsos. Com o resultado, a Raposa foi aos 17 pontos. O Galo permanece com 21 pontos na liderança, mas pode ver a distância diminuir no topo do Campeonato Mineiro.

Os dois tempos do jogo foram bem distintos. No primeiro, partida morna, com baixíssima intensidade e pouca emoção. Na etapa final, a partida melhorou e teve boas oportunidades para os dois lados. Mesmo com um time tecnicamente pior, o Cruzeiro mostrou mais interesse em toda a partida diante de um rival “tranquilo” na maior parte do tempo e anulado em seu ataque.

Quem foi bem: Sobis lidera ataque do Cruzeiro
Rafael Sobis não foi o cara da partida, mas sua experiência foi muito importante para o Cruzeiro sair vitorioso. Sua agilidade para servir Airton garantiu o único gol do jogo. Méritos também para Fábio, que fez um milagre quando o jogo ainda estava empatado.

Quem foi mal: Hulk entra mal e acaba expulso
Hulk entrou mal no segundo tempo e também ficou abaixo das expectativas, assim como o restante do time alvinegro. Bastante pilhado, acabou expulso nos acréscimos da partida.

Fonte: Folhapress

Continue lendo

Esporte

Flamengo vence Palmeiras nos pênaltis e é campeão da Supercopa

Publicado

em

Um jogaço, digno das duas melhores equipes do país. Com direito a golaços, muitas chances de ambos os lados e disputa de pênaltis, o Flamengo venceu o Palmeiras nas cobranças por 6 a 5 — após empate em 2 a 2 no tempo normal — e sagrou-se bicampeão da Supercopa do Brasil no estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).

Os gols foram marcados por Raphael Veiga (2) para o Palmeiras – sendo um deles uma pintura – e Gabigol e Arrascaeta para o Flamengo.

Em 2020, o Rubro-Negro já havia sido campeão da competição ao vencer o Athletico-PR por 3 a 0. A Supercopa do Brasil reúne os vencedores do Brasileiro e da Copa do Brasil da temporada.

Na próxima semana, o Flamengo vira a chave para o Campeonato Carioca, onde tem pela frente o clássico com o Vasco na quarta-feira (14), mesmo dia em que o Palmeiras decide a Recopa Sul-Americana contra o Defensa y Justicia (ARG).

Os melhores – Arrascaeta e Veiga maestros
Arrascaeta, pelo Flamengo, e Raphael Veiga, pelo Palmeiras, comandaram suas equipes e, além dos bonitos gols, foram os grandes articuladores de jogadas.

Os piores – Arão e Luan falham
Willian Arão falhou no gol de Raphael Veiga ao sofrer um drible desconcertante e também deixou espaços na defesa em outros lances. Já Luan deu um bote errado no gol de Gabigol.

Fonte: Folhapress

Continue lendo

Popular