Juliana Plácido, mulher do piloto que fez pouso forçado em campo de futebol do Bariri, na zona Norte de Teresina, na última segunda-feira, gravou um vídeo nesta quarta-feira (14)agradecendo pelas orações e pelo apoio que recebeu dos piauienses.

“Eu sei que muitos de vocês querem saber informações de tudo o que aconteceu, mas a verdade é que foi tudo muito rápido. Mas, Deus usou meu marido como instrumento. Deus deu sabedoria e capacidade para ele, para que ele pudesse fazer um pouso de emergência, para que a gente saísse dessa vivos”, relembrou a médica

Juliana é uma das cinco ocupantes do avião que fez um pouso forçado. Ela estava na companhia da mãe, Maria Graci da Silva; do esposo, o piloto e advogado Arcedino Concesso, e de duas filhas do casal, Giovanna e Nicole.

“Não poderia deixar de agradecer as primeiras pessoas que prestaram nossos socorros, que tiraram a gente de dentro do avião, até o SAMU chegar, que ficaram com a gente ali naquele momento. Sempre vou ser grata a essas pessoas, que eu nem conheço, mas que fizeram toda diferença”, disse a médica..

O acidente
O avião monomotor que realizou um pouso forçado nesta segunda-feira (12) em um campo de futebol, na zona Norte de Teresina, transportava uma família que seguia de Fortaleza, no Ceará, para Araguaína, em Tocantins, e fez escala técnica na capital piauiense para reabastecimento.

Arcedino Concesso, piloto e proprietário do avião, estava transportando a esposa Juliana Plácido e as duas filhas, Giovanna e Nicole. Todos sobreviveram ao acidente e foram transferidos para o Hospital de Urgências de Teresina (HUT), onde realizaram exames.

Orlando Dias
Da Redação


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *