Conecte-se conosco

    Cidades

    Motoristas e cobradores de ônibus paralisam atividades em Teresina

    Publicado

    em

    Motoristas e cobradores de ônibus paralisam atividades em Teresina

    Motoristas e cobradores do transporte público da capital fizeram uma paralisação nesta quinta-feira (21) para cobrar a assinatura da convenção coletiva de trabalho da categoria. Os trabalhadores estacionaram os ônibus nas principais ruas e avenidas do centro da capital.

    O vice-presidente do Sintetro, Welso Leite, afirmou que os empresários já receberam os repasses financeiros da Prefeitura de Teresina, mas até o momento não pagaram devidamente os trabalhadores.

    “A parte deles eles ja fizeram, receberam da maneira que queriam receber só que com relação ao repasse para a categoria, até agora estão dando de migalha, ou seja, eles estão dando uma coisa que já era certa, que era o ticket alimentação e o plano de saúde e não teve conversação, não falam sobre nossa convenção, quer dizer, nossos direitos para eles não existem. O acordo fechado foi só entre empresários, Setut e o poder público, com os trabalhadores não fecharam nada, não tem nada garantido. Tudo que nós queremos é a garantia, garantia essa que é a assinatura da nossa convenção”, destaca o vice-presidente.

    O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT) emitiu nota informando que as empresas já cumpriram o pagamento da folha da categoria no prazo de 72 horas. A frota da ordem de serviço acordada com a Prefeitura de Teresina tem sido cumprida e foi toda colocada à disposição dos passageiros do transporte coletivo.

    Confira a nota:
    O Sindicato dos trabalhadores utiliza a não assinatura da Convenção Coletiva como pretexto e motivação para a promoção de paralisações. A data base de assinatura de uma eventual convenção coletiva está prevista somente para janeiro de 2022.

    O Setut tem cumprido o seu papel com a sociedade e reforçado a prestação de serviços com qualidade, eficiência e agilidade no atendimento aos passageiros da cidade”, explica a nota.

    Da Redação

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Banca de Jornal

    Propaganda