Motoristas e cobradores de ônibus do transporte público de Teresina queimaram nesta quarta-feira(15) pneus e interdiram ruas do Centro da capital piauiense. A categoria desobedeceu liminar do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) que decretou a legal a greve.
Os motoristas e cobradores colocaram colunas de pneus queimados nas avenidas e ruas do centro da capital piauiense, como a avenida Maranhão, e promoveram protesto em frente ao Palácio da Cidade, sede da Prefeitura Municipal.

Liminar do TRT
O desembargador do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Téssio da Silva Tôrres, determinou nesta quarta-feira (14) em caráter liminar a imediata suspensão da greve dos trabalhadores do transporte público de Teresina a partir de ação cautelar do Sindicato das empresas de transportes urbanos da capital (Setut).

De acordo com a determinação, a frota mínima deve circular nos horários de entre picos com 80% e de 100% nos horários de pico. Em caso de descumprimento da ordem judicial, o sindicato dos motoristas ficará sujeito a multa diária no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), e, em havendo persistência no descumprimento, a multa também recairá sobre os dirigentes sindicais do Sintetro.

Da Redação
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *