Conecte-se conosco

Cidades

Ministério da Saúde prevê que vacinação comece entre 20 de janeiro e 10 de fevereiro

Publicado

em

O Ministério da Saúde afirmou hoje que pretende dar início ao processo de vacinação contra a covid-19 no Brasil entre o final de janeiro e início de fevereiro. A pasta salientou, porém, que é necessário que os fabricantes dos imunizantes obtenham o registro das vacinas junto à Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] para uso emergencial ou regular.

O secretário-executivo, Élcio Franco, reforçou em coletiva que o Ministério planeja, “na melhor das hipóteses”, começar a vacinação em 20 de janeiro de 2021. Segundo ele, o prazo mais longo seria a partir de 10 de fevereiro.

A data depende de uma série de fatores, como autorizações pela Anvisa, logística e fornecimento das doses por parte dos fabricantes, completou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros.

“O Ministério da Saúde enquanto Ministério da Saúde tem feito a sua parte, fizemos o plano [nacional de imunização], estamos com a operacionalização pronta, nos preparando para esse grande dia, mas precisamos que os laboratórios solicitem o registro e que a vacina seja entregue para que possamos distribuir”.

Franco ainda apontou que a pasta não seleciona uma vacina “A ou B” segundo o país de origem. “Todas elas com a garantia de segurança e eficácia nos interessam”, disse.
Ele ressaltou que só por meio da imunização será possível um retorno às atividades com segurança e pregou a necessidade de esclarecimentos corretos sobre as vacinas e a vacinação para não amedrontar a população nem desmotivar os que trabalham nesse sentido.

O governo de São Paulo já marcou o início da vacinação para o dia 25 de janeiro, data que foi mantida apesar do atraso da divulgação dos dados oficias da Fase 3 da CoronaVac na semana passada.

Até o momento, nenhum laboratório solicitou à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a autorização para o uso emergencial de vacinas no Brasil.

O governo federal prevê serem necessárias 108 milhões de doses de vacina para os grupos prioritários. O Ministério da Saúde considera que o Brasil já “garantiu” o acesso a 300 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 por meio de acordo com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz)/AstraZeneca (100,4 milhões de doses até julho/2021 mais 30 milhões de doses por mês no segundo semestre); o consórcio Covax Facility (42,5 milhões de doses); e a empresa farmacêutica Pfizer (70 milhões de doses).

Fonte: Folhapress
Foto: Reuters

Cidades

Rio Longá sobe e atinge cota de inundação em Esperantina

Publicado

em

A prefeitura da cidade de Esperantina, por meio da Secretaria de Assistência Social, começou a retirada de famílias ribeirinhas, após o nível do rio Longá atingir cerca de 6,74, que é acima da cota de alerta.

De acordo com a Prefeitura de Esperantina, espaços públicos para abrigar as famílias que já foram atingidas nos bairros Batista de Amorim, Pedreiras e Nova Esperança.

O secretário de Assistência Social, Walter Sousa, esteve pessoalmente vistoriando as áreas ribeirinhas e determinando a retirada das famílias mais próximas, porque há previsões de muita chuva nas próximas horas e o risco de mais enchente.

Esperantina, segundo o centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres naturais (CEMADEN), tem risco hidrológico alto.

Com informações da Prefeitura de Esperantina

Continue lendo

Cidades

PRF apreendeu R$ 17 milhões em drogas no Piauí em 2020

Publicado

em

A Polícia Rodoviária Federal divulgou na manhã desta quarta-feira (3) os números referentes ao cenário de combate à criminalidade durante o ano de 2020. Ao todo, foram 1.498 pessoas presas pelo cometimento de diversos crimes. Com relação ao combate ao tráfico de drogas, Foram 43 pessoas presas por esse crime resultando na apreensão de 436,0kg de maconha, 145,7kg de cocaína e 14,2kg de crack.

Segundo a PRF, o diferencial esse ano foi a qualidade da droga apreendida, principalmente por se tratar, na sua maioria, de cloridrato de cocaína, pasta base e skunk que são drogas de alto teor de pureza. Por ter um alto valor, a PRF deu um prejuízo aos traficantes na ordem de R$ 17.521.704,00.

De acordo com a PRF, foram realizadas a apreensão de 1.929 unidade de anfetaminas, resultado que representa um aumento de 63,8% se comparado ao ano de 2019. A maioria das apreensões ocorreram na posse de condutores de veículos de carga que utilizam esse medicamento para permanecer mais tempo acordado e consequentemente dirigindo. Todas as pessoas flagradas nesse tipo de ocorrência foram autuadas e responderão pelo crime de porte de droga para consumo.

Com relação ao crime de contrabando, a PRF prendeu 13 pessoas pelo cometimento desse tipo criminal e apreendeu 630.100 maços de cigarros, um prejuízo de R$ 3.150.500,00 às organizações criminosas.

No combate aos crimes ambientais, a PRF PI superou em 25,0% a quantidade de madeiras apreendidas em 2019. Foram 2.779,92 m³ de madeira que daria pra construir 1.854 casas populares. Toda a madeira foi apreendida e encaminhada aos órgãos ambientais.

A PRF afirma que realizou a apreensão de 1.929 unidade de anfetaminas, resultado que representa um aumento de 63,8% se comparado ao ano de 2019. A maioria das apreensões ocorreram na posse de condutores de veículos de carga que utilizam esse medicamento para permanecer mais tempo acordado e consequentemente dirigindo. Todas as pessoas flagradas nesse tipo de ocorrência foram autuadas e responderão pelo crime de Porte de Droga Para Consumo.

Com relação ao crime de contrabando, a PRF prendeu 13 pessoas pelo cometimento desse tipo criminal e apreendeu 630.100 maços de cigarros, um prejuízo de R$ 3.150.500,00 às organizações criminosas.

No combate aos crimes ambientais, a PRF PI superou em 25,0% a quantidade de madeiras apreendidas em 2019. Foram 2.779,92 m³ de madeira que daria pra construir 1.854 casas populares. Toda a madeira foi apreendida e encaminhada aos órgãos ambientais.

A instituição registrou também 699 pessoas que foram presas cometendo Crimes de Trânsito. Isso representa um aumento de 26,6% se comparado ao ano de 2019, indicando o trabalho da PRF em dar segurança às pessoas que transitam por nossas rodovias federais.

A PRF no Piauí analisa que esses índices positivos representam o esforço e a dedicação de cada Policial Rodoviário Federal norteado pelos valores da instituição.

Com informações da PRF
Foto: Divulgação/PRF

Continue lendo

Cidades

Torres de transmissão são danificadas por vândalos e 8 cidades ficam sem energia no Piauí

Publicado

em

A Equatorial Piauí informou que nesta terça-feira (2) atos de vandalismo provocaram o bloqueio da Linha de Distribuição de 69 KV que interliga as subestações Piracuruca e Caraúbas do Piauí, na região Norte do estado, ocasionando a interrupção do fornecimento de energia nos municípios Cocal, Cocal dos Alves, Caraúbas do Piauí, Caxingó e parte das zonas rurais de Murici dos Portelas, Buriti dos Lopes, Joaquim Pires e Piracuruca, impactando 19 mil clientes.

Imediatamente após o bloqueio, equipes de atendimento emergencial, inspeção e manutenção de linha viva de alta tensão foram acionadas para realização de manobras e identificação do defeito, que se depararam com duas torres metálicas danificadas nas proximidades do município de Caraúbas.

Próximo às estruturas avariadas, onde foram encontrados instrumentos como machado, facão, chaves de fenda, que configuram a realização de ato criminoso como causa do problema. A Equatorial Piauí já registrou Boletim de Ocorrência para apuração do caso pelas autoridades competentes.

Mobilização para o restabelecimento do fornecimento
Desde o início da ocorrência, equipes técnicas foram acionadas e estão atuando para realizar manobras e acelerar a recomposição do sistema para as localidades impactadas. O fornecimento já foi normalizado para o município de Cocal, com a transferência das cargas para atendimento por outro alimentador. Com a ação, foi possível restabelecer o fornecimento a cerca de 7.500 clientes, o que corresponde a quase 40% do total impactado.

Tendo em vista a necessidade de substituição das duas estruturas, foi mobilizada também equipes de construção de linhas, direcionada a partir de Parnaíba, para realização do serviço. Neste momento, equipes estão diretamente empenhadas na operação que visa normalizar o serviço para a região.

Tendo em vista a complexidade do serviço, estima-se, como previsão inicial, que a recomposição ocorra durante a madrugada. Contudo, essa estimativa pode sofrer alteração no decorrer dos serviços, em função das condições climáticas.

A Equatorial lamenta os transtornos e informa que tem empreendido todos os esforços para restabelecer o fornecimento o mais breve possível.

Os clientes que precisarem entrar em contato com a Equatorial poderão ligar para a Central de Atendimento, por meio do número: 0800 086 0800, pela Clara (assistente virtual), via WhatsApp: (86) 3228-8200, pelo site: pi.equatorialenergia.com.br ou pelo aplicativo da Equatorial Energia disponível para as plataformas Android e IOS.

Fonte: Equatorial Energia

Continue lendo

Popular