Lionel Messi retornou aos treinamentos no Paris Saint-Germain após a polêmica viagem à Arábia Saudita. Embora a imprensa europeia havia publicado que o argentino ficaria duas semanas suspenso, o clube decidiu reduzir a punição para uma semana e o jogador esteve junto de seus companheiros na manhã desta segunda-feira.

Embaixador de turismo na Arábia Saudita, Messi viajou ao país em meio à temporada de altas temperaturas locais para cumprir compromissos profissionais. O craque, no entanto, faltou à atividade de segunda-feira no PSG para viajar ao país do Oriente Médio. A viagem e a ausência no treino não foram comunicadas ao clube, que teria motivado a suspensão.

Durante a punição, o argentino ficou impedido de ir ao Centro de Treinamento e atuar pela equipe, inclusive Messi ficou de fora da vitória sobre o Troyes, no último domingo, pelo Campeonato Francês. Ele também não recebeu um centavo de seu salário gigantesco, estimado em cerca de 800 mil dólares (quase R$ 4 milhões) por semana.

Na sexta-feira, também através das redes sociais, o astro pediu desculpas ao clube e aos companheiros e afirmou que se tratava de um compromisso que ele não conseguira cancelar. Disse ainda que achava “que teríamos um dia de folga depois do jogo, como sempre” e que aguarda “o que o clube quer fazer comigo”.

A polêmica pôs em xeque o casamento entre Messi e PSG. Após o episósio, a renovação de contrato, que antes já era difícil, ficou ainda mais distante. Aos 35 anos e recém-campeão mundial com a seleção argentina, o jogador, portanto, teria como uma das principais opções de carreira um retorno ao Barcelona.

Fonte: Folhapress
Foto: Divulgação/PSG

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *