A ministra Marina Silva (Meio Ambiente) foi internada na madrugada deste sábado (6) no InCor (Instituto do Coração), na capital paulista, com quadro de Covid e sinusite.

Segundo a Folha apurou, ela está no quarto, bem clinicamente, com exames laboratoriais estáveis e com pulmões não afetados.

Tem sintomas gripais, como tosse, coriza e mal-estar, e a internação foi mais por precaução.

Em março último, Marina esteve internada por dois dias em hospital particular do Lago Sul, em Brasília, também com um quadro gripal, mas à época os exames descartaram Covid ou dengue.

No InCor, a ministra está sob os cuidados do cardiologista Sergio Timerman e do pneumologista Carlos de Carvalho.

Na última semana, a ministra esteve presente no Acampamento Terra Livre, evento organizado por povos indígenas a fim de reivindicar seus direitos. Além dela, outros ministros, como a dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara, e o próprio presidente Lula (PT) estiveram no evento.

Na ocasião, o mandatário afirmou que nenhuma terra indígena ficará sem demarcação até 2026, ano final do seu mandato atual.

No Twitter, Marina Silva escreveu que participou de todas as edições do evento —essa é a 19º. “A luta pela preservação da cultura dos povos originários e a proteção de nossas florestas é uma luta de todos os brasileiros”, completou.

A reportagem questionou o Ministério do Meio Ambiente na manhã deste sábado a respeito da internação de Marina e aguarda um posicionamento da pasta.

Fonte: Folhapress
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *