A ministra Cultura, Margareth Menezes, desembarcou nesta terça-feira (7) para participar de evento na sede da Ordem dos Advogados do Brasil seção Piauí, para inaugurar o busto da primeira advogada do Brasil, Esperança Garcia. A gestora criticou o desmonte da cultura nos últimos anos.

“Estamos nesse momento especial na inauguração desse busto da Esperança Garcia. Um momento que marca a história do Brasil. Eu parabenizo a OAB aqui do estado. Nós precisamos reconhecer a contribuição dos negros, da mulher negra à sociedade brasileira. Ela representa a memória, a luta, a injustiça que vem sendo cometida contra o povo negro no Brasil, desde os tempos da escravidão”.

A ministra criticou os ataques feitos à Cultura no Brasil nos últimos anos.

“Para que perseguir a cultura, se ela é um vetor de transformação. Cada um real que se investe na cultura, é comprovado, o retorno é de um real e sessenta. A cultura é um vetor de emancipação social e transformação econômica, especialmente das pessoas mais pobres.

O governador Rafael Fonteles afirmou que o Conselho Federal da OAB reconheceu Esperança Garcia como primeira advogada do Brasil.

“Algo significativo e histórico do Piauí e sugeriu ao presidente da Assembleia Legislativa colocar o dia 6 de setembro como dia de Esperança Garcia.

Da Redação
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *