Entre as diferentes possibilidades advindas da internet, os clientes podem pesquisar sobre a empresa, verificar a qualidade dos produtos e ficar atento às promoções, por meio das redes sociais, bem como entrar em contato com a loja. Pelo Instagram, por exemplo, tendo uma presença contínua na rede, é possível, ainda, que os lojistas criem uma boa relação com os clientes e compradores em potencial.

De acordo com a Global WebIndex, 54% dos usuários de redes sociais utilizam para procurar produtos. Roger Aleckson, gerente da loja de refrigeração Mafrio, pontua que desde a inauguração da loja, em 2020, período de pandemia, os clientes mantêm contato com o estabelecimento nas redes e, por meio delas, decidem quais produtos têm mais interesse.

“Com o serviço de entrega pela rede social, o cliente consegue finalizar a compra sem sair de casa. É uma comodidade que envolve toda a segurança possível. Com a ascensão da internet e o crescente uso de smartphones, não é difícil entender essa mudança no comportamento dos clientes. Nós, lojistas, estamos cada vez mais conscientes dessa atualização para melhor atender o nosso público”, finaliza.

Atualmente, as empresas focam em proporcionar experiências que envolvam confiança para os clientes. Abertos à experimentação, enquanto buscam produtos ou serviços de qualidade, eles se mantêm engajados nas tendências expostas nas redes sociais.

Fonte: Ascom
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *