Conecte-se conosco

    Política

    Lula tem 47% no 1º turno contra 33% de Bolsonaro, diz Datafolha

    Publicado

    em

    Lula tem 47% no 1º turno contra 33% de Bolsonaro, diz Datafolha

    Pesquisa Datafolha realizada de 20 a 22 de setembro de 2022 mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 47% das intenções de voto no 1º turno. O petista variou 2 pontos para cima desde o levantamento realizado uma semana antes.

    Em 2º lugar, aparece Jair Bolsonaro (PL), com 33%. O atual presidente manteve o percentual registrado na rodada passada. Os movimentos foram na margem de erro do estudo, de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

    O levantamento ouviu 6.754 pessoas em 343 municípios de todas as 27 unidades da Federação. Está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-04180/2022, custou R$ 473.780 e foi pago pelo Grupo Folha e pela Rede Globo.

    Lula tem hoje, de acordo com o Datafolha, 50% dos votos válidos e poderia ser eleito no 1º turno. Esse percentual variou 2 pontos para cima em uma semana. Bolsonaro tem 36%, contra 35% no estudo anterior.

    No Brasil, para ser eleito no 1º turno, o candidato ou candidata precisa receber pelo menos 50% mais 1 dos votos válidos. Ou seja, precisa ter mais votos do que todos os adversários somados. Nesse cálculo, não são considerados os votos em branco ou nulos.

    2º turno: Lula venceria
    Em uma suposta disputa direta com Jair Bolsonaro, o candidato petista teria 54% das intenções de voto, contra 38% do atual presidente. Brancos e nulos são 7%, contra 2% de indecisos.

    Diferença é a 2ª maior
    A distância de 14 pontos percentuais entre Lula e Bolsonaro no Datafolha é a 2ª maior entre as últimas principais pesquisas eleitorais divulgadas nos últimos dias. No levantamento do Ipec (ex-Ibope), realizado de 17 a 18 de setembro, a diferença entre os líderes é de 16 pontos percentuais.

    Fonte: Poder360

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular