O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse neste domingo (21) que não se reuniu com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, porque o presidente ucraniano se atrasou para a reunião bilateral e depois não apareceu para o encontro com o presidente brasileiro.

“O fato é muito simples, tinha uma bilateral com a Ucrânia aqui neste salão. Nós esperamos e recebemos a informação de que eles tinham atrasado. Enquanto isso, eu recebi o presidente do Vietnã. Quando o presidente do Vietnã foi embora, a Ucrânia não apareceu. Certamente teve outro compromisso e não pôde vir aqui. Foi simplesmente isso o que aconteceu”, disse Lula.

Segundo o presidente, Zelensky não havia chegado para a reunião bilateral às 15h15, no horário local. Então, o presidente brasileiro recebeu o presidente do Vietnã, Pham Minh Chinh, por cerca de uma hora. Ao final do encontro com o vietnamita, segundo Lula, o presidente da Ucrânia não apareceu para o encontro.

Lula também minizou a ausência do encontro a sós com Zelensky pois, segundo Lula, os dois presidentes ouviram o discurso um do outro sobre o conflito entre a Ucrânia e a Rússia.

“Eu ouvi atentamente o discurso do Zelensky no encontro. Ele certamente ouviu o meu discurso atentamente no encontro. E eu continuo com a mesma posição que eu estava antes”, continou Lula. O presidente deu as declarações em entrevista coletiva após a participação na cúpula de líderes do G7, em Hiroshima, no Japão.

O presidente foi questionado sobre a declaração do presidente ucraniano de que Lula teria ficado “desapontado” com a não realização da reunião bilateral.

“Eu não fiquei decepcionado, eu fiquei chateado porque eu gostaria de encontrar com ele e discutir o assunto, por isso que eu marquei com ele aqui no hotel. Apenas isso. Veja, o Zelensky é maior de idade, ele sabe o que faz”, respondeu Lula.

Fonte: globo.com
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *