Conecte-se conosco

Artigos

Livro é um dos melhores investimentos

Publicado

em

Quem gosta muito de ler não sai por aí tecendo comentários infundados e culpando pessoas de forma desordenada; ler com profundidade é uma arte. É um dom de Deus a certeza da percepção de que somos pó e ao pó retornaremos. Neste final de semana devoramos o livro A ORGANIZAÇÃO; livro de autoria da brilhante jornalista Malu Gaspar. Excelente. 562 (quinhentas e sessenta e duas) páginas que dar pra ler em um final de semana. Quem degusta este livro sai com muitas certezas do tipo: como este país agüentou tudo isso? O que pessoas sem noções éticas de coletividade são capazes de fazer!

A ORGANIZAÇÃO. De que trata o livro? A Odebrecht e o esquema de corrupção que chocou o mundo. Em 2015, quando a força tarefa da Lava Jato fulminou o “clube” de empreiteiras que controlava os contratos com a Petrobras, a Odebrecht liderava com folga o ranking das empresas de engenharia nacionais. Sua holding rivalizava em faturamento, prestígio e poder com os gigantes da indústria e do mercado financeiro. Marcelo Odebrecht, o diretor-presidente da organização (era assim que os controladores e os funcionários se referiam à companhia), era incensado como um modelo de líder corporativo e cortejado por políticos de todos os matizes ideológicos, assim como seu pai, Emílio, presidente do conselho de administração. O grupo batia recordes de lucratividade e tinha quase 200 mil funcionários em quatro continentes. Então veio o dilúvio. Delatados por colaboradores da Justiça, alguns de seus principais executivos foram presos, acusados de uma volumosa coleção de crimes. Desde os anos 1970 enredada em acusações de corrupção e superfaturamento, raras vezes investigadas, a Odebrecht repentinamente se converteu em pária no mundo político e empresarial. As empresas do grupo foram proibidas de participar de licitações públicas e banidas de vários países. Eita BRASIL!

Para tentar sobreviver à hecatombe, a organização e seus dirigentes confessaram um verdadeiro catálogo de falcatruas, envolvendo propinas a centenas de políticos, de prefeitos a presidentes da República, com repercussões internacionais. Pai e filho, cujo relacionamento sempre fora difícil, romperam publicamente em meio a um duelo de denúncias. Os núcleos da dinastia Odebrecht deflagraram uma guerra sem quartel pelo controle do grupo, já na iminência da bancarrota. Neste livro sobre a glória e a desgraça da Odebrecht, Malu Gaspar mostra como as disputas familiares constituem a chave para compreender a história recente da empresa, e lança luz sobre as espúrias relações entre Estado e empresas que condicionaram por muito tempo uma espécie de “capitalismo à brasileira”. A partir de entrevistas com executivos, colaboradores, advogados, procuradores e policiais, além de documentos e comunicações pessoais de membros do clã, até agora inéditos; a autora explora o espantoso sistema incrustado na máquina de fazer dinheiro – e política – da organização. Um livro leve e de leitura agradável. Merece ser realmente lido!

Qual o sentido de expor a importância de um livro desses? A percepção de que realmente o BRASIL mudou. Sabedoria advém de Deus. A consolidação da sabedoria requer esforço e dedicação. Que moral tem pessoas que todos sabem que são corruptos; viverem a criticar o que não conhecem de uma ética coletiva de pensar no país? Muitos que hoje querem voltar e se dizem donos da verdade constavam em listas de “atos ilícitos”?

Josenildo Melo foi estudante de Direito. Concludente de Filosofia. Bacharel em Serviço Social e Jornalista

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda