Conecte-se conosco

Esporte

Libertadores: Palmeiras sofre, mas vence com gol no último lance

Publicado

em

Libertadores: Palmeiras sofre, mas vence com gol no último lance

Atual campeão, o Palmeiras sofreu, mas venceu em seu retorno à Libertadores. Já com um jogador a menos em campo, o time bateu o Universitario (PER) por 3 a 2, no estádio Monumental de Lima, na capital do Peru, com um gol do zagueiro Renan literalmente no último lance da partida. Os primeiros gols haviam sido marcados por Danilo e Raphael Veiga, enquanto Enzo Gutiérrez anotou duas vezes para os peruanos.

Numa partida em que novamente oscilou, o Verdão chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas teve o zagueiro Alan Empereur expulso aos 20 minutos da segunda etapa. Os peruanos buscaram o empate logo depois: o primeiro gol de Gutiérrez veio justamente após a cobrança da falta que rendeu o vermelho ao defensor. O segundo gol veio três minutos depois, de pênalti.

O Palmeiras caminhava, assim, para o quinto jogo sem um trinfo, aquela que seria sua pior sequência sob o comando de Abel Ferreira. Mas o jovem zagueiro Renan, de apenas 18 anos, saltou muito no finalzinho para aliviar a pressão sobre o time, garantindo três pontos e a liderança do Grupo A. Na outra partida da chave, Defensa y Justicia-ARG e Independiente Del Valle-EQU empataram em 1 a 1.

O Verdão, em sua maratona, volta a campo nesta sexta-feira (23), às 20h, para enfrentar o Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, em duelo válido pela sétima rodada do estadual. Pela Libertadores, a equpie enfrenta o Del Valle na próxima terça (27), em casa.

O melhor: Rony
O mais perigoso do Verdão durante toda a partida. Foi dele a jogada de fundo com penetração na área e toque na medida para Veiga marcar belo gol.

O pior: Alan Empereur
O Palmeiras tinha o jogo controlado e a vitórias nas mãos até que o zagueiro, que já estava amarelado, cometeu falta desnecessária, na lateral do campo, e foi expulso. Na cobrança, Gutiérrez diminuiu e animou os peruanos — que empatariam no lance seguinte com nova falta alçada na área e pênalti marcado em toque de Danilo.

Fonte: Folhapress

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda