Conecte-se conosco

    Cidades

    Justiça decreta prisão de policial acusado de matar motociclista em blitz

    Publicado

    em

    Justiça decreta prisão de policial acusado de matar motociclista em blitz

    O oficial da Polícia Militar (PM) acusado de matar o piloto de motocross Agno Santos, de 21 anos, com um disparo de arma de fogo no último sábado (12), em uma blitz policial montada na PI-140, localidade Água Boa, no município de Floriano, no Sul do Piauí, teve sua prisão preventiva decretada nesta segunda-feira (14).

    A tenente-coronel Elza Rodrigues, diretora de Comunicação Social da PM-PI, informou que Comando Geral determinou abertura de Inquérito Policial Militar através da Corregedoria.

    “O PM foi preso em flagrante e foi decretada a prisão preventiva. Na ocasião, foi recolhida a arma do militar, bem como foi comunicado ao Delegado de plantão e acionado a Perícia Técnica e o Medico legista de plantão. Será instaurado Inquérito Policial Militar e o mesmo responderá ao processo na Justiça, sendo-lhe garantidos todos os direitos constitucionais, onde serão levantadas as circunstancias que envolveram esse fato”, destaca a tenente.

    Relembre o caso
    O piloto de motocross Agno Santos Vieira, de 21 anos, que foi assassinado por um policial militar, após transpor uma barreira da PM no município de Floriano, na tarde do último sábado (12), foi marcado por um cortejo e muita revolta de familiares, amigos e também de membros da Federação de Motociclismo do Piauí.

    A vítima trafegava na rodovia PI 140, onde estava sendo realizada uma blitz, quando desobedeceu a ordem de parada dos policiais. Um dos PMs efetuou um único disparo de arma de fogo contra o motociclista, que foi atingido e caiu da moto, imediatamente.

    Da Redação

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular