O juiz Antonio Oliveira confirmou a legalidade da prisão do advogado Rorras Cavalcante, preso pela Polícia Civil na cidade de Barras, após a realização da Audiência de Custódia, em Piripiri, no norte do Piauí, e o encaminhou para o sistema prisional para o cumprimento de sentença.

O CASO
O advogado Rorras Cavalcante foi condenado em agosto de 2019 pelo juiz Antonio Oliveira, titular da 1ª Vara de Piripiri, à pena de 11 (onze) anos, 06 (seis) meses e 55 (cinquenta e cinco) dias de reclusão, em regime fechado, pela prática dos crimes de furto e roubo praticados contra seis vítimas.

Da sentença condenatória houve recurso para o Tribunal de Justiça do Piauí, que confirmou a sentença de primeiro grau e determinou o retorno dos autos ao juízo de origem.

VEJA A DECISÃO CONDENATÓRIA DE 2019

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *