Conecte-se conosco

    Cotidiano

    Justiça concede prisão domiciliar ao jornalista Arimatéia Azevedo

    Publicado

    em

    Justiça concede prisão domiciliar ao jornalista Arimatéia Azevedo

    O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) concedeu na segunda-feira (11) a prisão domiciliar ao jornalista Arimatéia Azevedo, preso desde o dia 7 de outubro deste ano por suspeita de crime de extorsão. O jornalista foi condenado a 9 anos e 4 meses de prisão em regime fechado pelo crime de estelionato.

    O juiz de direito, Dr. José Vidal de Freitas Filho, concedeu a prisão domicialiar ao jornalista após laudo médico concluir a existência de doença grave, sendo impossiblitado de tratamento no sistema prisinal.

    A justiça determinou que jornalista Arimateia Azevedo terá que usar tornozeleira eletrônica para confirmação do cumprimento da prisão domiciliar.
    Justiça concede prisão domiciliar ao jornalista Arimatéia Azevedo

    Orlando Dias
    Da Redação

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular