O desembargador Erivan Lopes determinou o afastamento cautelar do prefeito de Uruçuí, Francisco Wagner Pires Coelho, mais conhecido como ‘Dr. Wagner’, por 180 dias, atendendo representação do Ministério Público do Estado do Piauí, por meio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado – GAECO.

O gestor foi afastado para apurar possíveis crimes ocorridos no município durante a gestão, com a participação do filho Elano Martins Coelho e de diversos empresários e suas empresas.

Dr. Wagner Coelho ainda não se manifestou sobre a decisão que determina o seu afastamento por 180 dias. Durante o período, a prefeitura de Uruçuí deve ficar sob o comando do vice, Stanley Carvalho (Progressistas).

Operação Cerrados foi deflagrada em Uruçuí

Operação do Gaeco
O Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), em conjunto com a Polícia Civil (PC-PI), a Polícia Militar (PM-PI), Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) e Ministério Público do Estado do Maranhão, deflagrou no último dia 20 a “Operação Cerrados”, que investiga a prática de crimes desvio de dinheiro público na região Sul do Piauí.

Políticos e seus familiares, servidores públicos e empresários com atuação em Uruçuí são investigados por desvios de recursos públicos, organização criminosa, lavagem de dinheiro, fraude à licitação, peculato, corrupção ativa e corrupção passiva, cometidos através de contratos firmados entre empresas de fachada e o município.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *