O juiz da Infância e da Juventude de Timon (MA), Simeão Pereira e Silva, condenou o adolescente K.V.R., de 16 anos, a medida socioeducativa de supressão da liberdade e internação por três anos pelo assassinato do empresário Nicolau Waquim Terceiro, ocorrido no dia de 18 de novembro do ano passado, dentro da residência de sua família.

K.V.R. foi apreendido no dia 31 de janeiro e confessou o crime para o juiz Simeão Pereira, acrescentando que o mandante do crime lhe prometeu entregar a arma que usou para assassinar Nicolau Waquim Terceiro.

O menor afirmou para o juiz Simeão Pereira e Silva que ele e um comparsa adulto, que está foragido da Justiça, entraram na casa de Nicolau Waquim Terceiro, em Timon, e o executaram pelas costas com oito tiros de arma de fogo.

Da Redação
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *