Conecte-se conosco

Esporte

Jardine convoca Dani Alves e Pedro para seleção olímpica

Publicado

em

Jardine convoca Dani Alves e Pedro para seleção olímpica

O técnico André Jardine anunciou a lista final dos 18 convocados do Brasil para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Os destaques ficam para as presenças de Daniel Alves, Santos e Diego Carlos, escolhidos para formar o trio acima dos 24 anos.

O atacante Pedro, do Flamengo, é um dos convocados, mas o rubro-negro reiterou instantes após a divulgação da lista que não liberará o atleta. Neymar, que já integra a seleção principal na Copa América, também foi barrado pelo PSG de atuar pelo evento no Japão. Já o Palmeiras impediu a participação do goleiro Weverton.

Veja a lista de convocados:
Goleiros: Brenno (Grêmio) e Santos (Athletico)
Laterais: Daniel Alves (São Paulo), Gabriel Menino (Palmeiras) e Guilherme Arana (Atlético-MG)
Zagueiros: Diego Carlos (Sevilla), Gabriel Magalhães (Arsenal) e Nino (Fluminense)
Meio-campistas: Bruno Guimarães (Lyon), Claudinho (RB Bragantino), Douglas Luiz (Aston Villa), Gerson (Flamengo) e Matheus Henrique (Grêmio)
Atacantes: Antony (Ajax), Malcom (Zenit), Matheus Cunha (Hertha Berlim), Paulinho (Bayer Leverkusen) e Pedro (Flamengo)

Os escolhidos que atuam na Europa se reúnem a partir do dia 1° de julho e ficarão por uma semana treinando em São Paulo, no CT do Palmeiras. No dia 8, os atletas que representam clubes do Brasil se juntam aos demais e partem para Doha, no Qatar. A viagem final para Tóquio está marcada para o dia 15.

O grupo que vai defender o ouro olímpico no Japão foi observado desde 2019, com a conquista do Torneio de Toulon, na França. Desde então, Jardine comandou o time sub-23 em 22 jogos preparatórios — sendo sete válidos pelo Torneio Pré-Olímpico, na Colômbia.

Atual campeão olímpico, o Brasil é cabeça de chave do Grupo D da Olimpíada. A seleção iniciará a competição em Yokohama, contra a Alemanha, no dia 22 de julho. A segunda rodada será disputada no mesmo estádio, contra a Costa do Marfim, no dia 25. O último jogo da fase de grupos será no dia 28 de julho, contra a Arábia Saudita, em Saitama.
Branco cita Copa América para não convocar Neymar
O coordenador da CBF não citou o PSG ao explicar a ausência do astro da seleção principal no elenco que buscará a medalha de ouro em Tóquio. Segundo Branco, o que pesou na decisão é o fato de Neymar já integrar o elenco comandado pelo técnico Tite na Copa América.

“O Neymar é referência mundial. Pra gente, é um grande líder da seleção principal e gostaríamos de contar com ele. Logicamente, se tornaria muito mais difícil a gente pensar em um atleta que faria duas competições, ou seja, Copa América e Olimpíada. Gostaríamos de contar com ele, mas não deu. Que ele seja feliz e bicampeão da Copa América”, explicou Branco.

Pedro vai ou não vai?
Branco também abordou a situação do atacante Pedro, do Flamengo. Segundo o dirigente da CBF, o atleta foi convocado por ser considerado peça-chave no elenco que buscará a medalha de ouro em Tóquio. No entanto, Branco admitiu que ainda há divergências com o Flamengo, que reiterou instantes após a convocação que não liberará o atleta.

“A gente trabalha e sempre trabalhou visando a questão técnica e escolhendo os melhores. O Flamengo tem uma posição e nós, tecnicamente, temos outra. O Pedro hoje é um jogador importante e determinante nesse processo olímpico. Nos últimos dois jogos que fizemos, fez três gols. É um jogador espetacular e que tem vontade enorme de disputar a Olimpíada”, ressaltou branco.

“A gente respeita a posição dos clubes, mas o nosso pensamento e mentalidade é escolher os melhores, e o Pedro está entre os melhores do Brasil”, finalizou.

Fonte: Folhapress

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda