O ano de 2023 mantém expectativas bastante positivas para o empreendedorismo no país, especialmente o feminino. De acordo com dados recentes do Sebrae, as mulheres empreendedoras correspondem a mais de 10 milhões no mercado, sendo a maioria nas classes C, D e E. De todos os empreendedores do país, 34% são mulheres. Mas, para além de inovar com ideias e ações nesse ramo, é preciso ter em mente que o sucesso profissional acontece em uma tríade imprescindível: proatividade, boa autoestima e, principalmente, alimentação saudável.

A adoção de hábitos alimentares saudáveis vai muito além de questões estéticas, uma vez que se relaciona diretamente com bem-estar físico, mental e a produtividade profissional. Especialistas na área ressaltam que manter rotinas adequadas de alimentação e atividade física é peça-chave, inclusive, para criatividade empreendedora e, dessa forma, alavancar os negócios. “Consumir alimentos saudáveis ao longo da vida evita diversas doenças e proporciona mais estímulo e energia para conduzir demandas diárias dos seus negócios. Quanto mais saudável e equilibrada, mais estável será as outras áreas da nossa vida”, pontua Maria Silva, estrategista em emagrecimento saudável.

O alimento é responsável por auxiliar nosso corpo em todos os sentidos. Por isso, a estrategista ainda explica que os nutrientes das comidas que ingerimos diariamente são os responsáveis por direcionar como será nosso comportamento. “Enquanto empreendedores, ou até mesmo colaboradores, a alimentação vai influenciar diretamente na sua rotina de produção. Isso porque uma má-alimentação causa indisposição, fadiga e, até mesmo, impactos na saúde mental. Portanto, nosso sucesso profissional está alinhado a cuidados fundamentais com nossa forma de comer. E não é difícil encontrar o equilíbrio. Só é preciso disciplina e acompanhamento especializado”, garante Maria Silva.

Adotar e manter hábitos alimentares saudáveis tem sido uma pauta importante para muitas pessoas, que já perceberam como isso influencia em diferentes aspectos da vida, seja pessoal ou profissional. Na área laboral, estudos da Organização Internacional do Trabalho já apontaram que alimentação incorreta dentro das empresas, por exemplo, tende a reduzir até 20% da produtividade das pessoas. “Portanto, repense sua forma de se relacionar com a comida, já que isso pode ajudar no sucesso pessoal e profissional”, enfatiza Maria.

Fonte: Ascom
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *