Conecte-se conosco

Esporte

Há 70 anos Maracanã é palco de glórias e tragédias dos times do Rio

Publicado

em

O Maracanã é visto como a “casa” dos times do Rio de Janeiro nas disputas nacionais e internacionais. É fato que, na cidade, há outros estádios, como São Januário e Nílton Santos, que já receberam até jogos decisivos importantes. Mas ao longo de seus 70 anos o velho Maraca pode se orgulhar de ter sido o palco das maiores festas inesquecíveis para o torcedor, inclusive o visitante.

Personagens não faltam. Pelé marcou o primeiro gol dele pela Seleção no Maracanã. E nos anos 60 foi campeão em cima do Botafogo, do Flamengo e do Vasco no mesmo estádio. Roberto Dinamite “explodiu” pela primeira vez no Mário Filho; Zico marcou seis gols numa única partida; Elvis deu show, regendo o Santo André; Fred e Gabigol prometem brigar pela artilharia da nova arena. Ado, do Bangu, Edmundo, do Vasco, Thiago Neves, do Fluminense, também ficaram marcados no estádio, em pênaltis desperdiçados.

Há uma curiosidade: apenas dois dos considerados grandes do Rio conquistaram títulos internacionais no Maracanã – o Botafogo levantou a Copa Conmebol, em 1993, e o Flamengo, em 2020, conquistou a Recopa Sul-Americana. No entanto, os dois protagonizam dois dos maiores vexames: ambos perderam finais de Copa do Brasil, contra adversários considerados bem mais fracos, respectivamente Juventude, em 1999, e Santo André, em 2004.

Flamengo e Botafogo se encontram em outra estatística interessante. Segundo o RSSSF Brasil, site de estatísticas e resultados de todos os jogos do futebol brasileiro, o Maracanã recebeu 321 jogos com mais de 100 mil torcedores, incluindo os times do Rio e a Seleção Brasileira. Com 112 jogos, sendo 44 deles contra o Vasco – daí o apelido de “Clássico dos Milhões” -, o Flamengo lidera o ranking, enquanto o Botafogo tem apenas 43 participações. Mas é do Alvinegro o último registro de público tão grande: exatamente na decisão da Copa do Brasil contra o Juventude, com 101.851 torcedores. Desde aquele jogo, em 1999, e em razão das reformas, o Maracanã nunca mais recebeu tanta gente numa partida de futebol.

O Estádio Jornalista Mário Filho tem, na história, decisões municipais, estaduais, regionais, nacionais, continentais e mundiais. Excetuando as municipais e estaduais, as demais, que envolvem os times do Rio de Janeiro, totalizam 34 jogos (em sistema mata-mata ou pontos corridos), desde o Torneio Rio-São Paulo de 1952, entre Vasco e Portuguesa (SP), e a Recopa Sul-Americana, entre Flamengo e Independiente del Valle (EQU), em 2020.

A lista das 34 decisões
Campeonato Brasileiro / Copa União – 11

1971 – Botafogo 0 x 1 Atlético-MG – Atlético-MG campeão

1974 – Vasco 2 × 1 Cruzeiro – Vasco campeão

1980 – Flamengo 3 × 2 Atlético-MG – Flamengo campeão

1983 – Flamengo 3 × 0 Santos – Flamengo campeão

1984 – Fluminense 0 x 0 Vasco – Fluminense campeão

1985 – Bangu 1 × 1 Coritiba – Coritiba campeão

1987 – Flamengo 1 × 0 Internacional – Flamengo campeão

1992 – Flamengo 2 x 2 Botafogo – Flamengo campeão

1997 – Vasco 0 × 0 Palmeiras – Vasco campeão

2000 – Jogo disputado em 2001 – Vasco 3 × 1 São Caetano – Vasco campeão

2009 – Flamengo 2 x 1 Grêmio – Flamengo campeão

Torneio Rio-São Paulo – 6

1952 – Vasco 2 x 2 Portuguesa (SP) – Portuguesa campeã

1960 – Fluminense 1 x 0 Palmeiras – Fluminense campeão

1961 – Flamengo 2 x 0 Corinthians – Flamengo campeão

1962 – Botafogo 3 x 1 Palmeiras – Botafogo campeão

1997 – Flamengo 2 x 2 Santos – Santos campeão

1998 – Botafogo 2 x 2 São Paulo – Botafogo campeão

Copa do Brasil – 5

1997 – Flamengo 2 × 2 Grêmio – Grêmio campeão

1999 – Botafogo 0 × 0 Juventude – Juventude campeão

2004 – Flamengo 0 × 2 Santo André – Santo André campeão

2006 – Flamengo 1 x 0 Vasco – Flamengo campeão

2013 – Flamengo 2 x 0 Atlético-PR – Flamengo campeão

Taça Brasil (reconhecida como título brasileiro) – 4

1962 – Jogo disputado em 1963 – Botafogo 0 x 5 Santos – Santos campeão

1964 – Flamengo 0 x 0 Santos – Santos campeão

1965 – Vasco 0 x 1 Santos – Santos campeão

1968 – Jogo disputado em 1969 – Botafogo 4 x 0 Fortaleza – Botafogo campeão

Copa Sul-Americana – 2

2009 – Fluminense 3 × 0 LDU – LDU campeã

2017 – Flamengo 1 x 1 Independiente – Independiente campeão

Mundial de Clubes da Fifa – 1

2000 – Vasco 0 x 0 Corinthians – Corinthians campeão

Taça de Prata (reconhecida como título brasileiro) – 1

1970 – Fluminense 1 x 1 Atlético-MG – Fluminense campeão

Copa Conmebol – 1

1993 – Botafogo 2 × 2 Peñarol – Botafogo campeão

Supercopa dos campeões da Libertadores – 1

1995 – Flamengo 1 × 0 Independiente – Independiente campeão

Copa Libertadores – 1

2008 – Fluminense 3 × 1 LDU – LDU campeã

Recopa Sul-Americana – 1

2020 – Flamengo 3 x 0 Independiente Del Valle – Flamengo campeão

No resumo, o Flamengo é o time com mais participações em finais e títulos conquistados – nove, e outros seis perdidos; em seguida vem o Botafogo, com quatro títulos ganhos e outros quatro desperdiçados; o Vasco, assim como o Fluminense, soma três títulos no Maracanã, mas o time de São Januário esteve em outras cinco finais, mas saiu derrotado; o Tricolor perdeu as outras duas que disputou. O Bangu perdeu o único título, dessa lista, que decidiu no Maracanã. No total, são 19 títulos – três deles conquistados sobre rivais cariocas.

A lista aumentaria de tamanho se fossem relacionados os jogos dos Estaduais. Esses em que a paixão e a rivalidade crescem e ganham em emoção. Nessa relação estão muitos dos 333 gols de Zico, do Flamengo, o maior artilheiro do Maracanã; a vibração de Cocada, do Vasco, em 1988; o gol de barriga de Renato, pelo Fluminense, em 1995; a cavadinha de Loco Abreu, do Botafogo, em 2010.

70 anos, infinitas histórias.

Fonte: Agência Brasil
Foto: Ferj

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Vasco anuncia contratação do volante piauiense Rômulo

Publicado

em

O Vasco anunciou a contratação do volante Rômulo. Aos 30 anos, o jogador assinou contrato até 31 de dezembro. Trata-se do sétimo reforço para a temporada 2021.

Rômulo é cria de São Januário e foi campeão da Copa do Brasil de 2011. Antes de retornar ao Vasco, ele defendeu o Shijiazhuang Ever Bright, da China.

Não tenho palavras para agradecer ao clube por essa nova oportunidade. Lá atrás, quando estava no Porto de Caruaru, o Vasco me descobriu, apostou em mim, acreditou no meu potencial. E agora está novamente abrindo as portas para mim. Se consegui conquistar coisas grandes no futebol, disputar Olimpíada, chegar na Seleção Brasileira, jogar na Europa e ajudar minha família foi por conta do Vasco. Vivi momentos incríveis aqui dentro, aquela recepção depois do título da Copa do Brasil jamais saiu da minha cabeça. Vai ser um prazer imenso vestir essa camisa novamente. Também não vejo a hora de pisar em São Januário, sentir o calor da torcida. Estou voltando para minha verdadeira casa e me sinto extremamente feliz por isso – disse Rômulo ao site oficial do Vasco.

Rômulo chega para ocupar uma lacuna no elenco. Em recente entrevista ao podcast GE Vasco, o técnico Marcelo Cabo revelou que o clube buscava um primeiro volante – além de um lateral-esquerdo.

Segundo o comunicado do Vasco, Rômulo firmou um “contrato de produtividade e um salário fixo abaixo dos padrões tradicionais”. A nota informa ainda que existe uma cláusula que garante ao clube remuneração 20 vezes maior do que o salário fixo em caso de saída para o exterior.

Fonte: ge.com

Continue lendo

Esporte

Fluminense bate o Nova Iguaçu no Carioca

Publicado

em

Com gols de Kayky, Fred e John Kennedy, o Fluminense venceu o Nova Iguaçu na noite de hoje (11), no Maracanã, em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Carioca. Anderson Kunzel conseguiu diminuir para o Nova Iguaçu, fechando o placar em 3 a 1.

A vitória teve um gosto especial para Fred, que marcou o gol de número 400 na carreira. Nesta contagem, 182 deles foram marcados com a camisa do Tricolor, onde Fred faz sua segunda passagem desde o ano passado.

Com o resultado, o Fluminense se firmou na quarta colocação do Carioca e ficou mais próximo da Portuguesa. São 16 pontos contra 17 do terceiro colocado. O Nova Iguaçu, com mais essa derrota, fica na 10ª colocação e vê a classificação para a Taça Rio cada vez mais distante.

Kayky: garoto inspirado no primeiro gol
Apesar de todos os holofotes estarem voltados para Fred, o garoto Kayky, de 17 anos, teve as atenções para si no começo do segundo tempo, quando marcou um lindo gol. Ele saiu costurando entre os marcadores do Nova Iguaçu e ainda tirou o goleiro Luiz Henrique da jogada antes de finalizar para as redes.

Fonte: Folhapress

Continue lendo

Esporte

Cruzeiro vence Atlético-MG em clássico do centenário

Publicado

em

O primeiro clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG de 2021, e que marcou 100 anos de disputas entre os dois clubes, terminou com a vitória celeste por 1 a 0. O gol do jogo no Mineirão foi marcado por Airton, aos 16 minutos do segundo tempo. No final da partida, William Pottker e Hulk ainda se estranharam e acabaram expulsos. Com o resultado, a Raposa foi aos 17 pontos. O Galo permanece com 21 pontos na liderança, mas pode ver a distância diminuir no topo do Campeonato Mineiro.

Os dois tempos do jogo foram bem distintos. No primeiro, partida morna, com baixíssima intensidade e pouca emoção. Na etapa final, a partida melhorou e teve boas oportunidades para os dois lados. Mesmo com um time tecnicamente pior, o Cruzeiro mostrou mais interesse em toda a partida diante de um rival “tranquilo” na maior parte do tempo e anulado em seu ataque.

Quem foi bem: Sobis lidera ataque do Cruzeiro
Rafael Sobis não foi o cara da partida, mas sua experiência foi muito importante para o Cruzeiro sair vitorioso. Sua agilidade para servir Airton garantiu o único gol do jogo. Méritos também para Fábio, que fez um milagre quando o jogo ainda estava empatado.

Quem foi mal: Hulk entra mal e acaba expulso
Hulk entrou mal no segundo tempo e também ficou abaixo das expectativas, assim como o restante do time alvinegro. Bastante pilhado, acabou expulso nos acréscimos da partida.

Fonte: Folhapress

Continue lendo

Popular