Conecte-se conosco

Cidades

Greve de motorista e cobradores de Teresina segue sem previsão de término

Publicado

em

A greve dos motoristas e cobradores do transporte coletivo municipal de Teresina segue e sem previsão de término. Não houve uma negociação concreta entre a categoria e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Teresina (SETUT).

O secretário do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviarios No Estado do Piaui (SINTETRO), Francisco Sousa, afirmou que nenhuma proposta foi recebida até o momento.

“A greve continua, mas até agora a patronal não colocou nenhuma proposta para gente. Estamos aguardando algumas propostas, mas até o momento não apresentaram nada”, disse. Os servidores irão se reunir nesta quinta-feira (11) para discutir novas diretrizes e rumos do movimento na capital.

O SETUT emitiu nota à imprensa afirmando que tem buscado a melhor alternativa para um acordo com a categoria dos trabalhadores, a fim de que o movimento grevista seja interrompido.

“O principal intuito do SETUT é assegurar o pleno funcionamento do sistema e o cumprimento do contrato, o qual foi estabelecido por meio de licitação pública, sob o comando do poder concedente. Sistematicamente, desde 2015, obrigações contratuais essenciais à manutenção do equilíbrio econômico financeiro do sistema não têm sido cumpridas. Está previsto, entre várias cláusulas, uma obrigação contratual e legal do poder público, em subsidiar o sistema de transporte público, todas as vezes em que não for repassado para a tarifa catracada, o valor total do custo por passageiro, conforme determinou o edital da licitação do transporte urbano da capital, realizada em 2015”, diz trecho da nota.

Da Redação

Banca de Jornal

Propaganda