Conecte-se conosco

    Esporte

    Grêmio vence Atlético-MG, mas é rebaixado pela terceira vez à Série B

    Publicado

    em

    Grêmio vence Atlético-MG, mas é rebaixado pela terceira vez à Série B

    Não deu. O Grêmio venceu o Atlético-MG, com direito a início arrasador e placar final de 4 a 2, mas a última rodada do Campeonato Brasileiro, hoje (9), confirmou o que se mostrou tendência ao longo de toda a temporada. O clube gaúcho vai jogar a Série B em 2022. O rebaixamento foi consumado porque faltou um resultado paralelo para a única combinação salvadora acontecer.. A vitória em Porto Alegre precisava da companhia das derrotas de Juventude e Bahia, diante de Corinthians e Fortaleza, respectivamente. No Castelão, deu certo. Mas o time de Caxias do Sul venceu por 1 a 0.

    O Grêmio termina com 43 pontos, mas se junta a Chapecoense e Sport, rebaixados matematicamente antes da 38ª rodada. O Bahia, com a derrota em Fortaleza, também caiu com 43 pontos. O Juventude chegou a 46, saltou do 17º para o 16º lugar e fica na primeira divisão.

    Diego Souza duas vezes, Jaminton Campaz e Douglas Costas fizeram os gols do Grêmio. Dodô, Vargas e Hyoran marcaram para o Atlético-MG.

    O rebaixamento de 2021 se junta às quedas gremistas de 2004 e 1991. E foi consumada pela vitória do Juventude em cima do Corinthians, com um pênalti aos 37 do segundo tempo — marcado com revisão no VAR e convertido por Chico. No Ceará, o Fortaleza virou para cima do Bahia, pelo placar de 2 a 1 (em partida com três pênaltis), segundos antes do lance decisivo em Caxias do Sul.

    O Grêmio, em nenhum momento durante a noite, esteve salvo do rebaixamento. Mas às 23h15, com a virada do Fortaleza, ficou a um gol de escapar da Série B. Três minutos mais tarde, viu a permanência se distanciar com o pênalti do Juventude.

    A noite em Porto Alegre foi de angústia, euforia e desolação. Tudo rápido, como uma rajada. Como o roteiro do jogo em uma Arena do Grêmio com mais de 33 mil pessoas.

    Douglas Costa, sem casamento no RJ e com atitude
    Protagonista da polêmica da semana, às vésperas do jogo decisivo, Douglas Costa foi para o jogo. Como titular. E deu resposta. O camisa 10 iniciou a jogada de dois dos três gols.

    Fonte: Folhapress

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Banca de Jornal

    Propaganda