Conecte-se conosco

Política

Governo lança cartão pró-social para famílias de baixa renda

Publicado

em

Governo lança cartão pró-social para famílias de baixa renda

Atingidas pela crise econômica provocada pelo novo coronavírus, famílias de baixa renda do Piauí vão ganhar um importante auxílio, garantido pelo Programa Cartão Pró-Social do governo do estado. O convênio para a operacionalização do programa será firmado, nesta segunda-feira (12), pela Agência Piauí Fomento e Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc). O evento ocorre às 11h, com a presença da vice-governadora Regina Sousa, na sede da vice-governadoria.

O Cartão Pró-Social vai pagar R$ 200,00 mensais, por meio de cartão magnético nominal, com modalidade saque, a famílias identificadas no perfil do programa. Os critérios são famílias em pobreza extrema (com renda per capita de até R$ 89,00) e famílias em situação de pobreza (com renda per capita acima de R$ 89,00 até 178,00).

Estão aptas a participar deste programa aquelas pessoas já cadastradas nos sistemas do governo e que não foram contempladas com nenhum outro benefício socioassistencial, como o Bolsa Família ou mesmo o auxílio emergencial do governo federal.

O pagamento do benefício ocorre independentemente do beneficiário possuir restrições bancárias, financeiras e creditícias em geral junto a serviços de proteção ao crédito e ao Serasa. Ele prevê a suplementação de renda por seis meses, podendo ser prorrogado. Vale lembrar que a concessão do benefício tem caráter temporário e não gera direito adquirido.

O programa, que será coordenado pela SASC, terá seus recursos operacionalizados pela Piauí Fomento.

“A agência vem procurando cumprir a missão de atuar como principal braço de fomento do Governo do Piauí. Temos orgulho de anunciar a nossa participação na operacionalização desse programa que visa suprir a necessidade mais básica do ser humano nesse momento de pandemia”, afirma Luiz Carlos Everton de Farias, presidente da Piauí Fomento.

Fonte: CCOM

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda